NOM cada vez mais evidente

Uma clara e inequívoca afirmação do que antes era tido como “teoria da conspiração” é o que testemunhamos nos dias atuais. A existência de um movimento em direção a uma Ordem Mundial Global, ou chamada de Nova Ordem Mundial (NOM) está sendo cada vez mais tratada como inevitável pelos peões deste movimento, que neste momento está apenas se revelando, gigantesco e poderoso, pois crescia enquanto era tratado pela mídia - outro peão que serve a interesses escusos, na maioria das vezes - como mera teoria da conspiração de algumas cabeças que ousavam juntar alguns pontinhos, expostos em notícias de acontecimentos aparentemente pontuais, mas que eram resultados deste interesse maior, ou melhor, da NOM.


Estamos num dos momentos mais decisivos para a implantação desta NOM, que já contou com movimentos nos quais quase ninguém esperava tal participação, como é o exemplo da Teologia da Libertação na América Latina, ou mesmo as terroristas feministas de grupos como o conhecido “Femen”.


O que presenciamos na guerra na Ucrânia é uma das jogadas mais decisivas entre poderes que, maquiavelicamente, lutam entre si para saber quem finalmente colocar-se-á no comando desta NOM. Como disse, estes peões e supostos jogadores, estão tratando do assunto como inevitável na “nova” história da humanidade, onde se reunirá um misto de ideologia marxista com prática capitalista, e o resultado desta mistura extremista deveria nos fazer tremer, pois a inviolabilidade da dignidade humana é a primeira a se perder em vista do objetivo final.


Parece monstruoso pensar nisso, mas acontecimentos como a guerra na Ucrânia são apenas movimentos de marcação de poder e força, onde vidas humanas são apenas usadas num “objetivo maior”, como sempre ensinou o marxismo e o comunismo. Este mesmo presidente da Ucrânia, parece tão à vontade numa guerra que leva-nos a pensar em sua consciente posição de instrumento para uma causa maior neste jogo de força pelo suposto posto de comandante da NOM. Uma coisa terrível de se imaginar, com plena certeza, visto que seria afirmar que o mandatário do país estaria sacrificando seus compatriotas por uma causa abstrata e totalmente descolada da natureza humana.


A trágica guerra na Ucrânia parece ser claramente um incidente provocado nesta nefasta luta de poder que vai além dos oceanos. Em meio à bruma das incertezas, devemos nos resguardar em afirmar a inocência de algum personagem político em conflitos como este citado.




2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Claro que o esforço intelectual do ser humano não pode ficar somente em torno do fenômeno do emburrecimento em massa a qual uma parcela significativa da humanidade se submete. Mas considero também fun

Parece que todo ano preciso destacar coisas óbvias para mim, mas nem tanto para outros na Igreja Católica. A fidelidade à Igreja e a obediência ao Papa não podem continuarem a ser instrumentalizadas p

Continuando o assunto do artigo anterior, o suposto “otimismo exagerado” que possa revelar no que toca ao futuro da nação brasileira não tem relação com algum tipo de esperança momentânea, do tipo sen