top of page

Poder total, sempre foi este o desejo

Diante do que aconteceu no dia 30 de outubro no Brasil, parece que algumas coisas ficaram bastante claras para a população em geral, e uma delas é de que a política brasileira está querendo viver tempos áureos de corrupção e degradação do poderio econômico que emerge do trabalho do povo brasileiro. Óbvio que não existe um ser físico chamado “política brasileira”, o que existe são as pessoas que moralmente tratam a política como uma função natural e necessariamente imoral e sem responsabilidade causal ao restante do povo que vive além das paredes dos prédios de Brasília.


Neste site, desde sua origem, tentei expressar de maneira clara e inequívoca a origem e meios de existência nefastos que envolvem o Partido dos Trabalhadores (PT), especialmente nos indivíduos Lula e José Dirceu. Um o estrategista e organizador, o outro o ator, o “flautista encantador” que vendeu sua alma e sua consciência por um projeto de poder que nem é dele, mas desejar usar dele para existir e realizar-se. Aqui mesmo, já escrevi inúmeras vezes sobre a ardilosa campanha nos moldes comunistas e de campanhas socialistas mundo afora que somente resultaram em tragédias humanitárias e mortes, muitas mortes por motivos nunca esperados pelos próprios iludidos eleitores destes membros do partido vermelho. Além disso, já escrevi até sobre uma espécie de demência racional daqueles que são encantados por este partido, além de incurável deficiência intelectual que somente finda no indivíduo com sua morte, negando até mesmo os modernos filósofos que dissertam sobre a teoria do conhecimento e a necessária imutabilidade para fugir de dogmatismos mentais.


Uma outra coisa que parece mais clara a um cada vez maior grupo de brasileiros é o trabalho sorrateiro e antigo que vem sendo feito por estes homens da política imoral no aparelhamento estrutural que hoje mostra suas garras sobre todas as valiosas virtudes que o povo brasileiro pensava que a classe política defendia.


Liberdade de expressão, sob censura.


Liberdade de ir e vir, sob autoritarismo.


Liberdade de pensamento, sob censura.


Liberdade de manifestação, está prestes a morrer.


Todas estas características de uma nação livre morreram enquanto que só podem existir mediante autorização, o que em si mesmo já estabelece um condicionamento, um aprisionamento em julgamentos que ferem a própria ideia de liberdade.


Para que o projeto de poder do PT, que na verdade é o projeto de poder de uma oligarquia anônima que pretende governar o mundo, seja efetivada, qualquer manifestação do povo, precisa ser autorizada, precisa ser condicionada, precisa ser CONTROLADA. O que faz deste povo, um bando de homens e mulheres resumidos a braços e pernas, sem cérebros, que servem resumidamente para gerar riqueza para alimentar o projeto de controle total.


É a escravidão que finalmente será institucionalizada.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

BRAÇO DO SOCIAL-COMUNISMO

Já se passaram alguns anos desde que publiquei aqui o artigo "RELIGIÃO NÃO SE LIMITA A INDIVIDUALIDADE" (2010), no entanto parece sempre...

Comentarios


bottom of page