top of page

Ignorância e soberba: A involução cada vez mais real

O preconceito baseado no tom de cor da pele também irá perder o valor moral negativo e criminoso? Esta pergunta parece-me bem oportuna diante da observação que se faz de um crescente número de pessoas a adotarem certa hostilidade velada ao povo judeu. Alguns chegando a insinuar a diminuição gradativa desta etnia. 


Sim, mil vezes sim. Você já ouviu nos relatos históricos alguém que colocou isso em prática. Por isso a pergunta parece bem oportuna: Se estão querendo revisar a imoralidade, criminalidade do antissemitismo ao estilo hitlerista, como não acreditar que poderemos presenciar o crescimento do racismo pela cor da pele também? Ou também a discriminação por causa do sexo? Diante das afirmações de líderes políticos, embebidos em sua própria ignorância e soberba, e daqueles que cegamente tentam livrar a pele do absurdo dito pelo líder ideológico, tentando criar uma massa de concordância ao leviano discurso, não posso pensar outra coisa senão a de que a humanidade está acelerando a involução da raça humana.


Ouvi de alguém certo tempo atrás, que a humanidade um dia iria cansar das invenções que se conseguir fazer. De fato, em poucos tempo deu-se saltos gigantescos em questões tecnológicas e em outras ciências. E a isso aconteceria uma gradativa luta pelo retorno dos arcaicos e condenáveis costumes de destruir-se uns aos outros pelos motivos mais fúteis e diminutos, como por exemplo, a cor da pele, ou a religião a que se pertence. 


O Brasil nunca foi uma nação desenvolvida intelectualmente e culturalmente, mesmo sabendo que possuímos “culturas” locais, mas no conjunto nós brasileiros nunca conseguimos destacarmo-nos no mundo através da intelectualidade. Tivemos momentos, mas que logo apagaram-se como uma vela acesa em meio a tempestade.


Esta carência educativa e cultural nos leva a elegermos para os cargos políticos figuras como as que hoje temos, sem o mínimo de interesse pelo desenvolvimento cultural e intelectual do país. Pessoas que trabalham somente para si e para um projeto de poder pessoal e partidário. Os próprios brasileiros não conseguem escapar desta roda giratória de afeição pela ignorância, numa espécie de “glamourização” da mesma. E é este movimento que traz como resultado imbecilidades perigosas como a que o mundo ouvir a poucos dias e que já resultam numa vergonha para a nação e possíveis prejuízos econômicos.


Mas o principal a ser destacado é a insensata manifestação de muitos que, por ideologia partidária, lançam-se na trilha da banalização daquilo que a humanidade já havia entendido como crime hediondo e que nunca deveria se repetir, nem comparar a outros erros. Os que hoje estão tentando corroborar a falácia de um suposto genocídio pelo país que busca justiça pela barbárie de terroristas, estão apenas mostrando a total incapacidade moral, cultural e intelectual de superar a torcida e o partidarismo diante de algo maior do que eles mesmos. É fato que a soberba acompanha a ignorância e a barbárie, por isso, estes torcem para os criminosos, para os terroristas, matadores de crianças, mulheres e idosos.


Raça, cor ou sexo, quem saberá justificar de maneira inegável e incontestável um possível extermínio por algum destes motivos? A tentaiva somente poderia surgir da ignorância que leva a barbárie, fenômenos de uma real involução.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page