Pular para o conteúdo principal

Menu do site ☰

Programas do Valderi Silva na internet ☰

≡≡ LEITURA RECOMENDADA

O conservador na guerra hermenêutica

Contra tudo o que pode parecer comum no mundo atual, o conservador não deixa-se levar pelas pressões sociais e grupais, que muitas vezes cobram altos preços pela aquesciencia ou pelo enfrentamento de ideias e posturas sem nenhum fundamento na realidade, sem nenhuma obediência a natureza mesmo das coisas criadas e sustentadas pelo Criador.  Claro que a imensa maioria destas ideias e posturas que pressionam o conservador originam-se de mentes negadoras da existência de Deus ou negam sua fundamental influência no mundo e na história, o que faz com  estas ideias e posturas já desenvolvam-se alienadas da ideia de um criador e sustentador da existência em seu ser. Esse pressuposto já traz um bom motivo para que o conservador desconfie de qualquer "boa ação" ou "boa intenção" que possa ser apresentada a ele, sendo patrocinada e impulsionada por quem pressupostamente desconsidera o fundamento da realidade existente. Já escrevi aqui sobre a fundamental insistência da mente

A indestrutível verdade

A verdade possui uma força incrivelmente bruta, sólida e indestrutível. Tanto é assim que, os servos da mentira, sabendo de sua força, usam de táticas a fim de desviá-la, de contorná-la, para que os seres vivos sejam conduzidos não por ela e para ela, mas sejam conduzidos e direcionados para um placebo de "verdade" inventado pelos mentirosos. 

Sobre o mentiroso e a mentira já falei algumas vezes por aqui, mas sua persistência na enganação é viciante, é o ópio que nutre a mesma covardia que o motivou a mentir e enganar pela primeira vez na vida. O mentiroso é um covarde que deseja igualar a todos na sua covardia... algo parecido com o que pretende o ideal comunista, que aliás, serve-se de uma orda destes covardes.

Mas não é fácil para o mentiroso, mesmo sendo uma grande multidão a serviço da enganação, de vencer a verdade real da vida. De fato, a verdade é tão indestrutível que sobressai-se sobre qualquer mentira com o tempo, o que dá um imenso trabalho ao mentiroso que, de tempos em tempos, precisa revitalizar a própria estratégia ludibriadora a fim de desviar, circundar a verdade em si para que a grande massa da humanidade continue na mentira. 

A verdade naturalmente possuí adeptos e servidores, afinal, estamos falando da realidade mesma na natureza criada pelo Pai da Verdade. Vivemos para sermos verdadeiros, mas assim como existe a fonte da verdade, existe o mentor da mentira. E vejam que grande ironia: Este mesmo deve sua existência pelo fato de ser verdadeiro, de que existe e por isso também foi criado para a verdade, afinal, ele também conhece a verdade da vida.

O ser humano, nos dias de sua vida, nas tarefas que exerce e nas relações que vive, vive como uma constante "presa", ou das estratégias mentirosas que possuem métodos e finalidades, ou da força da verdade das coisas e da natureza humana que de maneiras distintas debate-se diante de si, para que ele as confirme com sua vida.

Em nosso tempo, estamos na difícil tarefa de clarificar cada vez mais mentes, para que consigam captar a realidade da vida e da existência a fim de saber identificar as artimanhas minuciosamente disfarçadas da mentira vinda dos seus servos. Formação intelectual, clarividência e fortaleza, são atributos e posturas trabalhosos que forjarão os homens e mulheres deste tempo para frente.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Carta de um leigo a Dom Benedito Beni dos Santos a respetio da “Missa Sertaneja” celebrada pela Comunidade Canção Nova