Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


A consciência individual como única ferramenta viva da filosofia

A filosofia não é algo o qual se pode adquirir, o pensamento filosófico é uma construção que surge quase que naturalmente como resultado do contínuo e persistente esforço por reconhecer a realidade tal como ela é, sem "leituras" ou fantasias que endossam os mais absurdos ideologismos distópicos sobre o mundo, as coisas e as pessoas.


O grande Aristóteles, que jamais fora superado por qualquer outro filósofo, se tornou o patrono desta clarividência, deixando-nos a certeza de a verdade nada mais é do que a adequatio rei et intellectus, ou seja, a verdade se resume na adequação do intelecto do indivíduo a coisa existente. A realidade existe e nosso percepção correta e definição segundo sua existência real traduz a verdade, é a verdade do mundo, das coisas e das pessoas. Este fundamento é basilar para se construir o pensamento filosófico e como este pensamento é algo vivo e dinâmico, o indivíduo que debruça-se sobre esta empresa encontra em sua consciência individual a ferramenta necessária para a construção.

Por que digo ser a consciência individual a única ferramenta viva da filosofia? Considerando que a consciência é o estado lúcido e honesto do ser humano, que reserva a verdade já descoberta sobre si e o mundo, um verdadeiro local reservado em cada indivíduo que parece independer dele mesmo, onde até mesmo a própria enganação fica revelada ao próprio ser humano. Resumindo, a consciência individual é o espaço em cada homem onde é impossível mentir para si mesmo. 

Consciência se forma, apesar de estar já presente no individuo como "artefato" natural da própria existência. Assim como qualquer faculdade no indivíduo, a consciência gradualmente forma-se conforme o conteúdo com o qual teve contato ao longo dos anos, pois é fato que, todo o conteúdo recebido sob as diversas formas de transmissão acabam moldando a consciência e por isso encontramos tantas consciências que mais assemelham-se a de um ser descolado da vida, alheio a realidade das coisas existentes ao derredor. Mas acredito que mesmo neste, que possui uma consciência que poderíamos chamar de "paraplégica", é possível o retorno ao bom funcionamento e assim adquirindo a natural qualidade de não permitir ao homem negar a realidade percebida pela razão, neste processo de adequação da mente a realidade. 

É claro que a racionalidade é considerada a ferramenta por excelência da filosofia, se bem que prefiro considerá-la a plataforma do pensamento filosófico sendo esta mesma que permite tal processo. No entanto, a consicência individual é a que permite a honesta manifestação do pensamento resultado deste conhecimento da realidade existência. 

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção