A falsa liberdade dos brasileiros

Não é de hoje que encontramos comentários e reflexões jurídicas ou leigas sobre uma falsa áurea de liberdade que o ser humano vive, e num assunto mais específico, os brasileiros.

Desde de a primeira eleição de Lula à presidência tenho acompanhado de maneira cada vez mais
interessada os desdobramentos políticos do Brasil, de maneira muito especial certas decisões conjuntas ou isoladas (somente por um dos poderes) a respeito da liberdade individual do ser humano, reflexão que precisa de um estudo comparado por não dizer respeito somente ao âmbito jurídico ou social, mas pelo contrário, necessitando considerar a antropologia, a psicologia, a filosofia e a teologia, estas ciências que especialmente debruçam-se sobre a vida do ser humano, de sua origem ao término.

Nestes tempos, encontramos uma sociedade brasileira perplexa e antes disso em certa medida, perdida. Isto devido ao caos que desde um pouco antes do primeiro mandato do PT na presidência começou a se configurar e fortalecer no meio jurídico e acadêmico. Sim, sei que a maioria dos juristas podem ser responsáveis pela ciência que aprofundam e expõe, mas aqueles poucos desonestos, viciados pelo narcisismo acadêmico e possivelmente gananciosos pelo poder, conseguiram o que a maioria não desejou e por isso não imaginou que acontecesse: o absolutismo jurisdicional.

Absurdo? Sim, absurdo mas hoje os brasileiros que estão atentos como tentei ficar desde a primeira eleição do corrupto Lula, não discordam da postura absolutista dos ministros do Supremo Tribunal Federal, uma instituição que alguns ainda questionam se deveria existir. Mas enfim, está aí, e está sendo vilipendiada por homens e mulheres que olham para cima e não enxergam nada, olham para baixo de si e encontram o Brasil inteiro e isto lhes enche de poder, e isto os cegou.

Por isso, nestes tempos não consigo enxergar uma plena liberdade para meus compatriotas, pois onde se encontra a mínima porcentagem de limitação impositiva, que não seja as que a própria natureza e as que a lei divina nos impôs, encontramos estas ações: censura e escravidão.

Talvez não tenhamos chegado a uma escravidão de fato, mas ao meu entender ela seguirá a censura se não for combatida, denunciada e corrigida a tempo, pois hoje os brasileiros vivem uma falsa liberdade, uma "liberdade" controlada e este covid-19, o vírus chinês criado para o caos, está aí para fortalecer este intento absolutista que já crescia e se desenvolvia no coração e nas mentes senão de todos, de alguns ministros da Suprema Corte, o STF.

Sempre falei de liberdade, pois foi Deus que nos fez assim, e assim como o dom da vida, NINGUÉM pode ousar limitá-la ou extirpa-lá de livre vontade.

Comentários


Anúncio do Blog