Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Mensagem do Monsenhor Duque de Anjou sobre a epidemia de coronavírus

Mensagem do Monsenhor Duque de Anjou
sobre a epidemia de coronavírus
19 de março de 2020 na festa de São José

Tradução do francês: Blog VALDERI (TL)

Um perigo difícil de controlar e muito violento coloca as doenças e a morte no centro das notícias, emergindo às portas de nossas sociedades. Em um mundo inteiro afetado pelo vírus, França, Espanha, Itália e quase toda a Europa estão enfrentando uma crise de saúde de grande magnitude e esquecida em nosso continente ... As vítimas são e serão numerosas e depende de eles e suas famílias que primeiro expresso meu apoio e minha simpatia. Penso também no hospital e na equipe médica que são tão procurados, bem como em toda a boa vontade que será distribuída aos enfermos e a todos para garantir a vida cotidiana. Agradeço a eles e faço parte das orações dos católicos da França. Também tenho um pensamento agradecido por todos aqueles que terão que manter a segurança pública nesses tempos difíceis. Peçamos a Deus que todos os enfermos possam se beneficiar dos cuidados necessários à sua condição e que também possam ser contidas as conseqüências de todos os tipos que inevitavelmente pesarão na sociedade, e provavelmente por muito tempo.
Luís de Bourbon, Duque de Anjou

Hoje é uma questão de enfrentar com coragem e fé. Um esforço por parte de todos é necessário, é para o bem comum. Não é mais hora de culpar os erros do passado, é hora de aprender com eles e corrigir o que pode ser. Haverá a necessidade de muitas mudanças fundamentais. O estado de bem-estar social encontrou seus limites e oferece apenas uma fronteira porosa ao vírus; visões políticas e econômicas de curto prazo demonstraram suas fraquezas e impotência. No futuro imediato, como em todos os momentos mais graves da nossa história, será uma questão de famílias assumindo seu papel fundamental em nossa sociedade. Cabe a eles e ao seu espírito de responsabilidade, bem como à sua determinação, que o pesado fardo da manutenção caia. Enquanto a equipe de enfermagem cumprir seu dever, as famílias cuidarão das tarefas de cuidado, treinamento espiritual e intelectual. Pais e mães responsáveis. Ambos terão que se adaptar a novas formas de trabalho que terão que ser parcialmente improvisadas, sem esquecer de desenvolver novas formas de vínculos, entre gerações em particular, enquanto o contato deve ser limitado. Finalmente, para todo o povo francês, que a magnitude da crise nos leve de volta ao básico, ao senso dos outros e ao bem comum, o da família, da pátria, o sentido de Deus.

Creio profundamente que, por meio da intercessão de São José, protetor dos lares que os católicos celebram hoje, as famílias encontrarão forças para suportar a provação pela qual estamos passando, mantendo a fé e a esperança.

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção