Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Mensagem do Monsenhor Duque de Anjou sobre a epidemia de coronavírus

Mensagem do Monsenhor Duque de Anjou
sobre a epidemia de coronavírus
19 de março de 2020 na festa de São José

Tradução do francês: Blog VALDERI (TL)

Um perigo difícil de controlar e muito violento coloca as doenças e a morte no centro das notícias, emergindo às portas de nossas sociedades. Em um mundo inteiro afetado pelo vírus, França, Espanha, Itália e quase toda a Europa estão enfrentando uma crise de saúde de grande magnitude e esquecida em nosso continente ... As vítimas são e serão numerosas e depende de eles e suas famílias que primeiro expresso meu apoio e minha simpatia. Penso também no hospital e na equipe médica que são tão procurados, bem como em toda a boa vontade que será distribuída aos enfermos e a todos para garantir a vida cotidiana. Agradeço a eles e faço parte das orações dos católicos da França. Também tenho um pensamento agradecido por todos aqueles que terão que manter a segurança pública nesses tempos difíceis. Peçamos a Deus que todos os enfermos possam se beneficiar dos cuidados necessários à sua condição e que também possam ser contidas as conseqüências de todos os tipos que inevitavelmente pesarão na sociedade, e provavelmente por muito tempo.
Luís de Bourbon, Duque de Anjou

Hoje é uma questão de enfrentar com coragem e fé. Um esforço por parte de todos é necessário, é para o bem comum. Não é mais hora de culpar os erros do passado, é hora de aprender com eles e corrigir o que pode ser. Haverá a necessidade de muitas mudanças fundamentais. O estado de bem-estar social encontrou seus limites e oferece apenas uma fronteira porosa ao vírus; visões políticas e econômicas de curto prazo demonstraram suas fraquezas e impotência. No futuro imediato, como em todos os momentos mais graves da nossa história, será uma questão de famílias assumindo seu papel fundamental em nossa sociedade. Cabe a eles e ao seu espírito de responsabilidade, bem como à sua determinação, que o pesado fardo da manutenção caia. Enquanto a equipe de enfermagem cumprir seu dever, as famílias cuidarão das tarefas de cuidado, treinamento espiritual e intelectual. Pais e mães responsáveis. Ambos terão que se adaptar a novas formas de trabalho que terão que ser parcialmente improvisadas, sem esquecer de desenvolver novas formas de vínculos, entre gerações em particular, enquanto o contato deve ser limitado. Finalmente, para todo o povo francês, que a magnitude da crise nos leve de volta ao básico, ao senso dos outros e ao bem comum, o da família, da pátria, o sentido de Deus.

Creio profundamente que, por meio da intercessão de São José, protetor dos lares que os católicos celebram hoje, as famílias encontrarão forças para suportar a provação pela qual estamos passando, mantendo a fé e a esperança.

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção