Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Simonia na Igreja Católica na Alemanha

Católicos na Alemanha têm que pagar imposto religioso se quiserem ter direito a receber os sacramentos da Igreja, como comunhão, confirmação ou funeral cristão. Nesta quarta-feira (26/09/2012), o Tribunal Administrativo Federal alemão, uma das mais altas cortes do país, determinou que um católico que declare formalmente seu afastamento da Igreja para não pagar a contribuição mensal também perde o direito de participar de seus ritos. (DW)
A Alemanha esta prestes a "bater o martelo" na separação definitiva (cisma) com a Tradição da Igreja Católica. Se não bastasse a conformação da Conferência Episcopal Alemã (DBK) à chamada lei do imposto religioso, ou imposto da igreja - Kirchensteuer -, conforme o destaque acima de uma notícia de 2012, agora os bispos alemãs se preparam para promover seu sínodo particular (no link, site do "caminho sinodal alemão), aos moldes do que foi o polêmico Sínodo da Amazônia, realizado em Roma no final do ano passado.

Neste país os católicos já são a minoria a muito tempo, e cada vez mais se percebe a falta de vocações para a vida religiosa e sacerdotal, fato este que não tenho dúvidas, recai sobre a vida mundana do clero alemão, especialmente dos bispos.

A Alemanha, historicamente já reflete a falta de continuidade no verdadeiro caminho do Evangelho de Nosso Senhor, passando pela revolução protestante e também pelo nazismo que revelou a face medonha da formação de caráter de muitos alemães, muito por conta da ideologia protestante que mutila a razão humana da luz da fé.

O termo "simonia" no dicionário revela o erro ao qual este adjetivo se refere: "Comércio ilícito de bens espirituais, de coisas sagradas, de benefícios eclesiásticos" (Dicionário Michaelis), ou seja, a VENDA literal de acesso aos sacramentos administrados pela Igreja de Cristo. 

Lendo a notícia de 2012, que destaquei no início deste artigo se pode tirar a conclusão simples e pura de que a Conferência Episcopal Alemã está definitivamente exercendo o crime e pecado de simonia, esta vendendo o acesso de direito de todo o cristão católico aos sacramentos de que a vida cristã necessita para a comunhão com Deus e sua santificação.

O arrogante Cardeal Marx, atual presidente da Conferência Episcopal Alemã, mesmo tendo escandalosamente reformado sua residência em Roma com milhares de euros deste imposto, pretende levar até a consumação este cisma da Igreja Católica na Alemanha com a Tradição de mais de dois mil anos. O que presenciamos nestes tempos revelam a baixeza da formação do clero católico no mundo que ocorre desde o Concílio Vaticano II. 

Tempos tenebrosos se aproximam dos católicos no mundo inteiro.

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção