DIREITOS AUTORAIS
:: Ao compartilhar algum texto, sempre citar a fonte ::
Todos os artigos não assinados são de autoria e propriedade de Valderi da Silva, administrador deste blog.

A convergência do homem a Deus

Sempre pareceu-me claro que ao conhecedor do Evangelho e ouvinte atendo de Jesus Cristo, não poderia faltar a consequente e necessária obrigatoriedade para com uma formatação integral do ser humano ao Deus que se revela em Jesus e que nos revela neste Jesus o verdadeiro ser humano. 

Uma convergência fundamental - não gosto da palavra "radical" mas poderia ser usada - do ser humano em sua integralidade ao Deus revelador e revelado parece ser a estrada para alcançar o "homem do futuro" que aliás é mencionado pelo eminente teólogo Joseph Ratzinger, atualmente, Papa Emérito Bento XVI. Este homem do futuro é a realização desta convergência com Deus, deste direcionamento à Ele e condução de tudo junto Dele.

Na espiritualidade cristã a formatação da vida humana com a mensagem de Cristo já é bastante sabida e refletida, algo que já produziu muitos santos e testemunhos extraordinários para a humanidade das virtudes heroicas que podemos viver junto de Deus, conduzindo nossa vida com Ele. No entanto, falar em convergência total com Deus é tratar de uma formatação vivencial onde a "respiração é a vida intra-trinitária de Deus", algo muito mais além que uma vida de orações pontuais durante o dia ou durante a semana.

Falo de uma configuração existencial que precisa crescer mediante uma convivência divina, mas com um objetivo claro de evolução do ser humano, evolução do ser cristão, de "divinização" da própria vivência terrena a fim de revelar o revelador que se revelou. 

No discurso cristão contemporâneo é comum falar-se de conversão, de mudança de vida, de retorno a Jesus, mas este apelo quase já se tornou um mero "lugar comum" dialético, que para muitos diz quase nada, ou melhor, diz apenas que a Igreja continua sua tradição de nos lembrar da conversão mas que não convence ao ponto de efetivar uma mudança. Neste contexto devemos contar, é claro, com a dificuldade intelectiva dos homens e mulheres de nosso tempo, que foram por muito acostumados com sons e imagens distorcidas da realidade, e como alguém mau educado, não conseguem apreender o que realmente precisam para mover a vontade e tornar real as convicções de fé que professam.

Uma convergência fundamental com Deus sempre será de extrema urgência para todo o ser humano para nos revelar como é o futuro do ser humano, ou seja, para saber como é a evolução do homem e da mulher é preciso convergir tudo a Deus vivendo a vida intra-trinitária, sem isto apenas teremos conversões pontuais que podem no máximo nos livrar das penas temporais e garantir-nos o possibilidade do perdão divino.

Anúncio do Blog