Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE:

Igreja que não converte mais ninguém

Que existe uma profunda e evidente crise dentro da Igreja Católica a grande maioria dos seres racionais já conseguiu perceber. O que para muitos destes é ainda obscuro é a raiz disso e a postura que se deve tomar para ajudar a sanar tal crise. Não é simples ou fácil elucidar isso, eu mesmo não o posso fazer, mas aproximações reais a esta crise e a posição a qual devemos ter são possíveis e reais diante de um honesto esforço. Ouso dizer que, mesmo Joseph Ratzinger, que na minha opinião é o maior teólogo vivo, não conseguiu ou não quis apresentar o panorama real e profundo desta crise e sua raiz que esta mais atrás do que muita gente pensa. Hoje o esforço analítico é deveras enorme, pois muitos que poderiam já terem apresentado trabalhos sobre isso, aparentemente resolveram calar-se ou mesmo guardar para si, por medo ou intimidações variadas, suas análises sobre este tema. É grande o trabalho de compreensão e de inúmeras influências e inúmeras consequências de tudo o que nos fez chegar a

Uma paróquia Jubilar

No dia 10 de março de 1991 era instalada a nova paróquia no bairro Amaral Ribeiro na cidade de Sapiranga (RS). Teve como patrocínio São João Batista, o precursor de Nosso Senhor.


Antiga Matriz demolida em 2013
Durante estes anos muita coisa mudou ao seu redor, desde as pessoas até os costumes sociais, mas uma paróquia não deixa de ter sua finalidade abalada por estas mudanças temporais, porque existe para aglutinar o povo de Deus no caminho do que é atemporal, o Reino de Deus.

Neste dia a paróquia São João Batista comemora vinte e cinco anos de sua existência, e como bem falou certo padre que estava presente no início desta paróquia, "todos os aniversário são importantes" (Cônego Círio Schomer), e completo com o que outro padre que fora pároco deste paróquia comentou, "todo ano jubilar é importante" (Pe. José Rauber), porque nos remonta a própria existência da fé cristã, daqueles seguidores de Jesus Cristo nesta localidade.
Nova Matriz concluída no final de 2014
Vinte e cinco anos são precisamente isso: um testemunho público de que neste local existe seguidores de Nosso Senhor, que buscam a Deus e tentam viver seus preceitos para o amar mais e mais, na esperança de alcançar a eternidade junto Dele, no Seu Reino.
No transcurso destes anos aconteceram muitas coisas, desde felizes testemunhos de fé como infelizes testemunhos, mostrando a carência de consistência naquilo que se professa em toda santa missa dominical. Um indício de que a paróquia não é algo ultrapassada, inútil diante da rotina moderna dos fiéis, pois na verdade esta falta de consistência na fé dos fiéis é sinal de que existe muito trabalho catequético e espiritual a ser feito nesta mesma comunidade que hoje comemora seu ano jubilar.
Nesta paróquia recebi dois dos sacramentos da iniciação cristã. Nela ingressei na "rotina" paroquial, sendo coroinha, catequista e depois encaminhando-me para o seminário. Nesta paróquia vivi muitos e felizes momentos. Mas também sei que esta paróquia precisa crescer muito em certos aspectos como a afirmação cada vez maior da fé cristã católica, com clareza e maior discernimento.
Enfim, completar vinte e cinco anos de existência não é recompensa, antes é necessidade para que todos os fies possam ancorar-se no seio da Santa Igreja. É mostrar a todos que a fé persiste a todo mal que possa a rodear.
Festejemos esta ano jubilar, mas não esqueçamos de que a paróquia existe para que possamos nela manifestar nossa fé pública em Deus e na Santa Igreja.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção