Pular para o conteúdo principal

POSTAGEM EM DESTAQUE:

Igreja que não converte mais ninguém

Que existe uma profunda e evidente crise dentro da Igreja Católica a grande maioria dos seres racionais já conseguiu perceber. O que para muitos destes é ainda obscuro é a raiz disso e a postura que se deve tomar para ajudar a sanar tal crise. Não é simples ou fácil elucidar isso, eu mesmo não o posso fazer, mas aproximações reais a esta crise e a posição a qual devemos ter são possíveis e reais diante de um honesto esforço. Ouso dizer que, mesmo Joseph Ratzinger, que na minha opinião é o maior teólogo vivo, não conseguiu ou não quis apresentar o panorama real e profundo desta crise e sua raiz que esta mais atrás do que muita gente pensa. Hoje o esforço analítico é deveras enorme, pois muitos que poderiam já terem apresentado trabalhos sobre isso, aparentemente resolveram calar-se ou mesmo guardar para si, por medo ou intimidações variadas, suas análises sobre este tema. É grande o trabalho de compreensão e de inúmeras influências e inúmeras consequências de tudo o que nos fez chegar a

O PAÍS DO INVERSO [II]

Parece pessimismo demais... mas não esta longe da realidade!
O Brasil se tornou uma terra sem lei, uma terra violada pelos interesses escusos de poucos sabichões, filhos das trevas, que usurpam e enganam para obter uma legitimidade fraudada a fim de conseguir alcançar o prazer de mandar e enriquecer.

O que vemos hoje no Brasil esta longe do cenário da nação justa e solidária. Os termos "política" e "justiça" estão totalmente corrompidos e banalizados. Os brasileiros vivem na incerteza de um futuro nebuloso, sem a clareza sobre a nação que vingará para seus filhos e netos.

Mas apesar disso tudo, acredito que o grande mal que estes personagens patéticos do cenário político brasileiro fizeram crescer foi a meritocracia pela ignorância, isto é, desmotivando os jovens a uma verdadeira busca pela verdade científica e humana... principalmente humana! E para analisarmos isto, basta observarmos o que se têm feito nas escolas públicas e nas universidades. Um descarte dos conhecimentos clássicos para valorizar as obras ideológicas, alimentando ainda mais a politização das crianças e jovens nestes ambientes. Hoje formam-se nas universidades muitos ideólogos e militantes, mas em sua maioria não temos acadêmicos comprometidos com a busca da verdade, aquela verdade filosófica que alimentou a vida de tantos homens eternizados por seu legado sapiencial. 

Na minha opinião, é infeliz e sem horizonte, uma nação que mata os valores e relativiza a verdade para promover a barbárie, a imoralidade e a promiscuidade. A erotização das crianças é algo gritante em nosso Brasil, os jovens cada vez mais estão sendo forçados a deixar de lado a infância e a adolescência para viver como pequenos adultos num mundo confuso e sem suporte para os ajudar. Na verdade, tira-se a base, o fundamento, deste modo não existe ser humano que possa crescer adequadamente.

Neste país do inverso, onde tudo parece esta de cabeça para baixo, precisamos buscar seriamente as fontes, voltarmos às coisas básicas da vida, voltarmos ao cerne de nossa existência, para recomeçarmos do "zero", para organizarmos nossa vida e ajudarmos a reorganizar nossa nação.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção