Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Dom Zeno: “A Bíblia nos quer levar à conversão”

Reproduzo o artigo de Dom Zeno Hastenteufel, bispo da Diocese de Novo Hamburgo, em ocasião do Dia da Bíblia.

***

dom_zeno

O último domingo de setembro é sempre o Dia da Bíblia. Trata-se de uma referência especial a São Jerônimo, cuja data nós celebramos no dia 30 de setembro, o dia da secretária ou do secretário, precisamente porque este santo, em vida, fora secretário do Papa Dâmaso, em torno de 370-380. Depois ele foi encaminhado para a Palestina a fim de estudar as línguas bíblicas e providenciar uma tradução oficial da Bíblia para o latim. Com 40 anos de trabalho, estudo, pesquisa e tradução, estava pronta a Vulgata: uma Bíblia em latim, num manuscrito de belíssima apresentação. Esta Bíblia se tornou sempre referência para qualquer dúvida. Desta tradução, a Igreja passou a extrair os textos para a liturgia e para as orações.

Já a liturgia deste domingo nos fala diretamente da conversão, do arrependimento e da mudança de vida. O Profeta Ezequiel tem consciência de que nunca é tarde para se arrepender e trabalhar na conversão, senão vejamos: “Quando um ímpio se arrepende da maldade que praticou e observa o direito e a justiça, conserva a própria vida. Arrependendo-se de todos os seus pecados, com certeza viverá e não morrerá” (Ez 18,27-28). Certamente esta era uma pregação nova e revolucionária em sua época porque naquele tempo não se acreditava muito no perdão e na conversão.

Na carta aos Filipenses, São Paulo vê na encarnação do Verbo o supremo sinal de humildade e de esforço para a conversão da humanidade: “Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, mas esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz” (Fil 2, 6-8).

Da parte de Deus, temos o gesto supremo de amor pela humanidade, ao assumir carne humana em Jesus, tornou-se igual aos pobres homens pecadores, unicamente para poder salvá-los e recuperá-los para a vida eterna.

Mas, a ideia de arrependimento e mudança de atitude volta com toda a força no evangelho deste domingo: “Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, lhe disse: ´Filho vai trabalhar hoje na vinha!´ O filho respondeu: ´Não quero´. Mas, depois mudou de opinião e foi. O pai dirigiu-se ao outro filho e lhe disse a mesma coisa. Este respondeu: ´Sim, senhor, eu vou´. Mas não foi. Qual dos dois fez a vontade do pai” (Mt 21,28-31)?

Este filho, que a princípio não queria obedecer, ele se arrependeu e foi trabalhar. Este agradou ou ao pai e recebe elogios. Jesus mesmo diz que este se parece aos que se arrependeram diante da pregação de João Batista e se encaminharam na conversão.

____________

Fonte: www.mitranh.org.br

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção