Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Quarta-feira da III Semana do Tempo Pascal

Jo 6,35-40

Pe. Valderi da Silva

Queridos irmãos e irmãs.

“Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome e quem crê em mim nunca mais terá sede” (Jo 6,35).

Jesus se declara o pão, o que podemos traduzir como Jesus se declarando o alimento, o que sacia o que nutre. Alimenta e nutre a vida do ser humano, não de maneira apenas biológica, ou seja, saciando uma necessidade fisiológica natural de nossa contingência neste mundo. Jesus é o alimento que nutre e sustenta a vida no que ela precisa para alcançar a vida em plenitude que não se resume a outra coisa a não ser viver conforme a Vontade de Deus.

Vontade que somente Ele, Jesus Cristo, é capaz de cumprir plenamente com perfeição, pois é da mesma substância do Pai e por isso toda a vontade do Pai se realiza no Filho. O pleno cumprimento da vontade de Deus Pai no Deus Filho é a prova da perfeita unidade profunda destas duas pessoas divinas, característica da Trindade Santa.

Jesus nos revela que a vontade do Pai que é realiza em sua pessoa é a de que todos aqueles que seguem a Cristo, ressuscitem no último dia, o que é a nossa esperança, algo que sempre professamos como parte integrante de nossa fé.

Certamente todos os cristãos entendem boa parte destes três pontos que o evangelho de hoje nos mostra, mas o que é necessário fazer ainda é viver de tal modo que tudo isso possa moldar nosso viver, isto é, que o “pão da vida” realmente possa ser buscado com dedicação, que possamos entender nosso comprometimento com a fé nisso que cremos e viver de acordo com a dignidade deste alimento, para realmente ele seja eficaz em nossa vida, que realmente sirva para nosso sustento neste mundo, para que nos alimentando dele possamos alcançar a salvação e não a condenação.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção