Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


DOMINE VT VIDEAM VT SIT

Pe Valderi - Ordenacao 28032008 a

Propositalmente desejei receber o sacramento da Ordem no dia 28 de março daquele de 2008, pois se tratava do dia da ordenação sacerdotal de São Josemaria Escrivá de Balaguer, santo a quem devo o equilíbrio de minha formação espiritual.

Não penso que seis anos de sacerdócio sejam bagagem para tornar-se um sacerdote “sábio” ao exemplo dos anciãos de tempos antigos. Muito longe da sabedoria, penso ser seis anos em que Deus mostrou a misteriosa misericórdia que Ele têm para comigo, algo realmente inacreditável, e digo isso sem exageros, pois examinando esses anos eu mesmo não depositaria um centavo, um centésimo de milímetro de confiança neste miserável Valderi!

Não me escondo atrás da batina – como alguns já me denunciaram no furor de alguma disputa! – como se vivesse numa bipolaridade moral. Minha confissão pública, a que faço de minhas fraquezas e de minha relutante miséria, não me deixa esquecer o quanto devo caminhar, o quanto deveo rezar, o quanto devo me converter.

Meu consolo este em Cristo e na sua bondade imensurável. Saber que é Ele que governa a Sua Igreja, me faz perceber que não preciso me preocupar quanto a destrutividade de meus possíveis pecados. Cristo e Sua Igreja resistem ao mau que posso causar!

Já tive vontade de escrever mais sobre minha vida sacerdotal… mas atualmente prefiro viver, contemplar para quem sabe, um dia escrever. “Senhor, que eu veja, que eu seja”!

 

Quero agradecer às muitas manifestações de carinho por esta data. Deus retribua generosamente a todos!

 

Pe. VALDERI DA SILVA

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção