Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


As pessoas confirmam o estudo [01]

Quando penso que os simpatizantes da “Teologia” da Libertação (famosa e famigerada TL) e o pentecostais (idiotamente radicais!) se assemelham, não encontro meio de me auto objetar.

Daniel na cova dos leoes
É incrível como atitudes simples, posturas corporais perante as pessoas cientemente não simpáticas a ideologia (ou seja lá o que pensam!) fazem acordar o “Smaug” presente dentro do seu castelinho interior, que acredito ser repleto de ouro! Seja por atos, palavras ou olhares, percebo ao longe o desconforto ou mesmo a vontade de agarrar pelo pescoço alguém contrário a seu “sistema lógico” de elaborar as questões sociais e mesmo (vejam que ousadia!) as questões doutrinárias da Santa Igreja.


Sou alguém pacífico, não optante pelo embate pessoal e frontal, mas também não me escondo diante da necessidade de erguer a voz e dizer “pare aí!”. Não posso outorgar-me doutorados que não tenho, nem sequer chamar-me de mestre de coisa alguma. Mas uma coisa digo com reconhecimento pessoal: não fujo diante do estudo e muito menos da obrigatória humildade para saber que existe uma autoridade sobre mim, principalmente na Santa Igreja.

Por isso, digo aos TL’s e “pentecostais": vocês não sabem mais que a Santa Igreja, abaixem a cabeça e imitem os santos!

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção