Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

As pessoas confirmam o estudo [01]

Quando penso que os simpatizantes da “Teologia” da Libertação (famosa e famigerada TL) e o pentecostais (idiotamente radicais!) se assemelham, não encontro meio de me auto objetar.

Daniel na cova dos leoes
É incrível como atitudes simples, posturas corporais perante as pessoas cientemente não simpáticas a ideologia (ou seja lá o que pensam!) fazem acordar o “Smaug” presente dentro do seu castelinho interior, que acredito ser repleto de ouro! Seja por atos, palavras ou olhares, percebo ao longe o desconforto ou mesmo a vontade de agarrar pelo pescoço alguém contrário a seu “sistema lógico” de elaborar as questões sociais e mesmo (vejam que ousadia!) as questões doutrinárias da Santa Igreja.


Sou alguém pacífico, não optante pelo embate pessoal e frontal, mas também não me escondo diante da necessidade de erguer a voz e dizer “pare aí!”. Não posso outorgar-me doutorados que não tenho, nem sequer chamar-me de mestre de coisa alguma. Mas uma coisa digo com reconhecimento pessoal: não fujo diante do estudo e muito menos da obrigatória humildade para saber que existe uma autoridade sobre mim, principalmente na Santa Igreja.

Por isso, digo aos TL’s e “pentecostais": vocês não sabem mais que a Santa Igreja, abaixem a cabeça e imitem os santos!

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção