Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Quem é HEREGE e os tipos de HEREGE

O que o modernismo conseguiu, definitivamente, foi relativizar a fé colocando em descrédito a autoridade da Santa Igreja em questões de fé e moral. É claro que Ela possuí esta autoridade e nada nem ninguém lhe tirará isto, apesar de muitos estarem doentiamente contra esta soberania da Santa Igreja.

Um sintoma desta “crise” é percebido quando o Magistério da Santa Igreja diz que algo (doutrina, filosofia, ideologia, “crença”…) é herético e que quem o propaga como verdade, ou simpatiza é, então, um herege.

Abaixo coloco o que diz o “Manual dos Inquisitores”, do século XIV, sobre a definição de HEREGE e os variados TIPOS DE HEREGE.

Santa Inquisicao [galileu galilei]

MANUAL DOS INQUISIDORES (NICOLÁS EYMERICH – 1358)

QUEM É HEREGE?
a) quem disser coisas que se oponham às verdades essenciais da fé;
b) quem pratica ações que justifiquem fortes suspeitas (circuncidar-se, passar para o
islamismo);
c) quem não cumprir a pena canônica, se foi condenado pelo inquisidor;
d) quem recair em determinada heresia da qual abjurou ou qualquer outra, desde que tenha
abjurado;
e) quem, doente mental ou saudável, tiver solicitado o “consolamento”
f) quem praticar qualquer ato ou disser qualquer palavra em desacordo com os hábitos comuns
dos católicos.


TIPOS DE HEREGES:
a) PERTINAZES E IMPENITENTES – aqueles que interpelados pelos juízes, convencidos de
erro contra a fé, intimados a confessar e abjurar, mesmo assim não querem aceitar e
preferem se agarrar obstinadamente aos seus erros. Pena: ser entregues ao braço secular para
serem executados;
b) PENITENTES – os que, depois de aderirem às práticas de heresia, abjuram de seus erros e
aceitam a pena aplicada pelo bispo ou inquisidor. Pena: variável conforme o grau de heresia,
que vai desde o cumprimento de penitenciais durante certo tempo, até a prisão perpétua;
c) RELAPSOS – os que, abjurando da heresia e tornando-se penitentes, reincidem na heresia.
Pena: entrega ao braço secular para serem executadosMANEIRAS DE SE REALIZAR O PROCESSO
a) Acusação – quando o próprio delator se oferece para provar o que afirma. Deve-se, neste
caso, submeter-se à regra do talião
b) Denúncia – delata-se alguém como culpado sem constituir-se em parte, Neste caso, o
inquisidor atua ex officio.
c) Inquisição – se configura na busca de hereges em determinadas Dioceses ou Comarcas, bem
como acontece quando o clamor público chega aos ouvidos do inquisidor.

QUEM PODE SER TESTEMUNHA?
a) os excomungados;
b) os cúmplices do acusado;
c) os infames e pessoas acusadas de quaisquer crimes;
d) os hereges que estiverem contra o acusado. Nunca a favor;
e) qualquer infiel e até mesmo judeu;
f) os domésticos (mulher, filhos, parentes e servos) para o acusar, não para inocentar;
g) a testemunha falsa, querendo retratar-se para acusar.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção