Pular para o conteúdo principal

≡≡ LEITURA RECOMENDADA

O conservador na guerra hermenêutica

Contra tudo o que pode parecer comum no mundo atual, o conservador não deixa-se levar pelas pressões sociais e grupais, que muitas vezes cobram altos preços pela aquesciencia ou pelo enfrentamento de ideias e posturas sem nenhum fundamento na realidade, sem nenhuma obediência a natureza mesmo das coisas criadas e sustentadas pelo Criador.  Claro que a imensa maioria destas ideias e posturas que pressionam o conservador originam-se de mentes negadoras da existência de Deus ou negam sua fundamental influência no mundo e na história, o que faz com  estas ideias e posturas já desenvolvam-se alienadas da ideia de um criador e sustentador da existência em seu ser. Esse pressuposto já traz um bom motivo para que o conservador desconfie de qualquer "boa ação" ou "boa intenção" que possa ser apresentada a ele, sendo patrocinada e impulsionada por quem pressupostamente desconsidera o fundamento da realidade existente. Já escrevi aqui sobre a fundamental insistência da mente

A iminente Jornada Mundial da Juventude!

Parece que ouço a respiração forte e mais acelerada de muitos jovens, pois todos estão cientes de que a poucos dias terá início o maior evento religioso destinado à juventude em nosso país. A expectativa é grande, talvez até grande demais, pois contamos não somente com a presença numerosa de muitos jovens de todo mundo, mas também precisamos contar com a generosidade de espírito de cada um para que a Jornada se equacione em profunda experiência transformadora, podendo ser ao mesmo tempo solidez definitiva da fé.JMJ 01

Com todo este clima de alegria e expectativa, pode-se acabar esquecendo da dura realidade religiosa no Brasil. Falo de  muitas das dificuldades e equívocos (prefiro chamar assim…) que foram sendo revelados ao longo destes quase dois anos de preparação, mostrando uma formação religiosa não muito clara e sólida dos próprios religiosos e em consequência dos leigos, especialmente dos jovens. Não preciso aqui detalhar de que equívocos estou falando, pois todos têm acesso a numerosas notícias a respeito de pequenos detalhes na programação da JMJ, desde a escolha do local que é questionada por ter sido aparentemente uma escohla meramente comercial e não funcional, passando pelos atrativos artísticos contando com muitos atores e cantores que questionam a própria doutrina da Igreja publicamente, defendendo comportamentos homossexuais e prática do aborto. Enfim, tanbém algumas questões que passam do nível religioso apenas para o nível financeiro, mostrando que a gestão neste grande evento poderia ter sido mais cuidadosa.

Não quero passar a impressão de que não apoio a JMJ, isto seria incoerente, pois rezo desde sempre para que estas jornadas possam ser cada vez mais expressão da mudança de vida de muitos jovens, fazendo com que eles realmente vivam cada jornada como uma fonte de revigoramento da fé, mas principalmente de esclarecimento e solidez, para que deixem de ceder as tentações do mundo e optem sem dúvidas a vida em Deus.

Estarei também lá, no meio de tantos jovens católicos desejosos deste encontro pessoal com Cristo, especialmente para ouvir e ver a figura do Cristo sobre a Terra, nosso amado Santo Padre, o Papa Francisco. Não estou menos ansioso que os demais jovens. Sinto em mim o anseio crescer a cada dia em que se aproxima a JMJ, pois para mim também, como sacerdote, será um momento muito especial. Estou preparando-me com muita expectativa, principalmente com as orações, pois o corpo pode falhar pelo cansaço, pelo calor, pela fome… mas o espírito deve permancer sempre forte para viver plenamente este encontro de fé.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Carta de um leigo a Dom Benedito Beni dos Santos a respetio da “Missa Sertaneja” celebrada pela Comunidade Canção Nova