Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Quarta-feira – At 12,24 – 13,5a Jo 12,44-50

IV Semana do Tempo Pascal

Pe. Valderi da Silva

Quem me vê, vê aquele que me enviou... assim fala Jesus no início deste evangelho. Nesta frase de Cristo esta contida a unidade perfeita de Jesus com Deus Pai, pois somente uma união perfeita pode resultar em vendo um, ao mesmo tempo estar vendo também o outro. Esta perfeição somente encontramos em Deus Trindade. É a realidade que muitos cristãos não vivem em sua fé com plena consciência, a de que Jesus é uma das pessoas da Trindade, e isto o vemos pela atitude de muitos em tratar Jesus separadamente de Deus Pai, como se ele fosse um ser diferente ou inferior. Cristo é o mesmo em tudo ao Pai, e da mesma forma ao Espírito Santo, juntos são uno e único. Por isso, Jesus declara que quem o vê, vê também o Pai, e podemos acrescentar que vê igualmente o Espírito Divino. Acrescenta-se a esta frase de Cristo o que Ele mesmo disse neste mesmo evangelho: quem crê em mim, não é em mim que crê, mas naquele que me enviou (Jo 12,44). A primeira vista até nos parece que Jesus esta dizendo que ele é apenas um mensageiro e que não é o receptor da fé, mas não é exatamente isso que Cristo quer nos mostrar. Ele diz que a fé depositada Nele, é realmente fé depositada naquele que o enviou porque sabe que o Pai lhe incumbiu a missão e o enviou, mas diz isso enquanto são pessoas divinas distintas, não deuses distintos. Por isso, apesar de direcionar a fé daqueles que o ouvem a pessoa do Pai, sabe que todos creem em Deus, ou seja, Nele também. Também é por isso que Jesus continua e fala: porque eu não falei por mim mesmo, mas o Pai, que me enviou (Jo 12,49).

Eu vim ao mundo como luz (Jo 12,46). É a consciência de Jesus que sabe de sua fundamental missão de iluminar o mundo para que a humanidade saiba novamente onde pisa. Quando sabemos onde pisamos fica mais claro o caminho mas também a responsabilidade por tudo que fazemos aumenta, pois não podemos mais nos desculpar pela escuridão do mundo. Cristo é a luz que ilumina todo mundo, ou seja, Sua luz nos revela o que há de belo e o que há de maldade. Esta Luz – que é Cristo – coloca as claras as atitudes mais fundamentais que tomamos e que podem estar retas ou distorcidas, nos encaminhando não para a via do Reino de Deus, mas para a via da perdição. Esta Luz não se apaga, esta continuamente acessa, o que acontece é que as vezes nós a encobrimos, ofuscando sua claridade. Devemos ser espelhos desta luz, isto é, refleti-la a todas as pessoas.

Jesus ainda esclarece, quem me rejeita e não aceita as minhas palavras já tem o seu juiz: a palavra que eu falei o julgará no último dia (Jo 12,48). Em realidade aquele que infelizmente, não aceita ouvir a Cristo e dar-Lhe a devida importância, e que menospreza e ridiculariza o que ouve de Cristo, têm a própria verdade que Jesus veio deixar ao mundo como juiz que irá manifestar o destino deste, se o céu ou o vale da sombra e da morte, longe de Deus.

Quem vê a Cristo, vê a Deus. Quem ouve a Cristo, ouve a Deus. Quem segue a Cristo, segue e anda com Deus. Nunca nos afastemos de Jesus, com Ele estamos com o Deus que nos salva.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção