Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Quarta-feira - 1Pd 1,18-25 Mc 10,32-45

VIII Semana do Tempo Comum

Pe. Valderi da Silva

São Pedro, com a autoridade vinda do próprio Senhor, nos lembra que fomos salvos de uma vida sem valor, onde a riqueza e o poder regem o comportamento e a maneira de pensar, pelo Sangue de Jesus Cristo e não por estas coisas que outrora se acreditava ser a fonte da felicidade. Este lembrete de Pedro ainda em nossos tempos se torna muito oportuno em vista das inúmeras pessoas que simplesmente depositam na riqueza e fortuna a esperança de uma vida cômoda e feliz, sem dificuldades ou sofrimentos. Estes certamente terão a possibilidade de conquistar tudo o que o dinheiro pode oferecer, mas a felicidade que encontramos somente na Verdade nunca o dinheiro e o poder em si, poderão trazer a vida destas pessoas.
Verdade que não somente é garantia de felicidade e realização como também é purificação de nossas almas, isto a medida que somos obedientes a ela. O que vemos no mundo é justamente o contrário, uma tentativa de adequar a verdade ao apetites da vontade egoísta, que trabalha para que sua vida cômoda e prazerosa se transforme em 'verdade' para justificar seu modo de viver. Neste empenho muitos passam por cima de valores fundamentais para o bem comum como também o menosprezo por obedecer leis naturais ao ser humano. Toda carne é como erva, e toda glória como a flor da erva; secou-se a erva, cai a sua flor (1Pd 1,24), nestas palavras de Pedro esta a sentença que resume este vão empenho em transformar o modo de vida egoísta em verdade. Assim como fomos salvos não por coisas perecíveis – como o dinheiro e o poder – nossa vida não pode ser feliz e realizada fundamenta em coisas perecíveis, por isso buscar sempre e em primeiro lugar a verdade, isto é, Jesus Cristo.
João e Tiago, impulsionados pela fé no Mestre, solicitam a Cristo a honra de encontrar-se no Céu sentados ao lado de Jesus. Evidentemente que estes dois apóstolos ainda não compreender a dimensão de tal pedido, por isso Cristo os contesta se poderiam passar por tudo aquilo que Ele mesmo deveria passar. Mais tarde, eles sofreram o martírio, passaram pelo batismo de sangue destinado aos que morrem pela fé; mas estar ao lado direito e esquerdo de Cristo no Reino não depende de uma promessa de Jesus, pois é Deus, em sua Unidade que designa o estado em que se encontraram os que no Reino dos Céus entraram.
Este pedido dos apóstolos deixou meio agitado os demais, e Jesus percebendo isso os alerta para que não aconteça divisões por meio de intrigas e invejas ao exemplo de governos e povos que não procuram o bem de todos a ponto de se sacrificarem. Para que eu possa ver o bem do outro e não sentir inveja a ponto de procurar prejudicá-lo através de intrigas ou conversas mentirosas, é preciso ter a humildade daquele que sabe o valor do sacrifício. Pois é com esse valor que consigo sacrificar meu próprio bem e glória em favor do bem dos outros.
Jesus nos pede, quem quiser ser grande, seja vosso servo, assim como quem quiser ser o primeiro, seja o escravo de todos (Mc 10,43-44), ou seja, aquele que serve a todos, trabalha em favor do bem dos outros. Isto porque o exemplo foi Ele mesmo quem nos deu, vindo ao mundo não para ser servido mas para servir e dar a sua vida.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção