Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Agnóstico ou ateu, mas inteligente!

Sempre admirei críticas (concordando com elas ou não) que fossem inteligentes, ou seja, que mostrasse a perspecácia intelectual de quem a estava fazendo. Além disso, críticas ou simples opiniões objetivas mas ao mesmo tempo envoltas em ironia fina mas sincera humildade e coragem. Mais ainda, fundamentadas coerentemente em idéias defendidas do início ao fim.

Este tipo de crítica ou opnião encontrei não raras vezes em Arnaldo Jabor.

Pessoa que facilmente poderia enquadrar juntos com os agnósticos, senão parceiros dos ateus em seus sofismas insustentados. Mas diante de suas várias palavras ouvidas, ainda acredito que uma vagunha do anseio pela Verdade que alimenta todo o cristão resiste neste homem.

Além disso, posso dizer que existe uma certa admiração pelas suas qualidades de jornalista que inteligentemente sabe usar as palavras para criticar quando necessário mas também louvar quando isto parece justo.

Posso estar engando ao me pronunciar “admirador” deste jornalista e cineasta (aliás seu último será lançado ainda este ano Suprema Felicidade), mas não posso me arrepender ou camuflar minhas escolhas sob pena de ser “mercenário da verdade” comigo mesmo.

Arnaldo Jabor no Programa do Jo por wizard_of_war no Videolog.tv.

Arquivo de suas colunas em http://g1.globo.com/platb/arnaldojabor

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção