Pular para o conteúdo principal

≡≡ LEITURA RECOMENDADA

A agonia de um filósofo

 Agonizar nada mais é que sentir em si mesmo, no seu corpo e na sua mente, as dores de algo inevitável que na maioria das vezes não fora desejado. Costumamos lembrar dos agonizantes nos hospitais que diante da doença que lacera seus órgãos sente as "dores da agonia", um prefácio do suspiro final. Não é diferente pensar da mais famosa das agonias já conhecida pelos homens, a agonia de Jesus Cristo no Horto das Oliveiras, também uma antessala do consumatum est numa cruz entre dois ladrões. Uma agonia não necessariamente encerra-se com a morte, com o suspiro final desta existência terrena. Sofremos de agonias que podem dilacerar nossa mente e nosso espírito diante de muitas outras situações que se apresentam em nossas vidas. E aqui gostaria de trazer à mente uma agonia tão antiga, tanto quanto a do próprio Jesus Cristo, que alguns seres humanos sofrem silenciosamente, mas experimentam uma dor horrível, não no corpo físico, nos órgãos, mas na mente, na consciência. A agonia de um

Vergonha, tristeza… mas ânimo para lutar!

Li com muito sentimento de indignação e tristeza os relatos em um post no blog Deus lo vult! sobre uma recente passeata dos Grito dos Excluídos (assim denominada sem fundamento!) no território da Aquidiocese de Olinda e Recife.

Mais do que indignação e tristeza abateu sobre mim verdadeira vergonha por saber que vários membros da Igreja, inclusive sua excelência reverendíssima Dom Fernando, arcebispo, juntamente com numeroso grupo de leigos estavam “apoiando” não somente o evento Grito dos Excluídos, mas também movimentos que esbravejavam seus slogans e aproveitaram o grande público para propagandiar suas lutas em favor do aborto e do homossexualismo explícito.

Fotos e este (triste) relato se encontra no post mencionado no Deus lo vult!.

De imediato mandei um email a Dom Fernado expressando minha tristeza e vergonha como deve ter abatido muitos filhos que lutam pela sua mãe, a Igreja. Coloco o texto do email que mandei a Dom Fernado, pois tenho dúvidas sobre sua leitura por parte deste arcebispo.

Email para Dom Fernando Saburido

Extra Ecclesia nulla Salus.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Carta de um leigo a Dom Benedito Beni dos Santos a respetio da “Missa Sertaneja” celebrada pela Comunidade Canção Nova