Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Vergonha, tristeza… mas ânimo para lutar!

Li com muito sentimento de indignação e tristeza os relatos em um post no blog Deus lo vult! sobre uma recente passeata dos Grito dos Excluídos (assim denominada sem fundamento!) no território da Aquidiocese de Olinda e Recife.

Mais do que indignação e tristeza abateu sobre mim verdadeira vergonha por saber que vários membros da Igreja, inclusive sua excelência reverendíssima Dom Fernando, arcebispo, juntamente com numeroso grupo de leigos estavam “apoiando” não somente o evento Grito dos Excluídos, mas também movimentos que esbravejavam seus slogans e aproveitaram o grande público para propagandiar suas lutas em favor do aborto e do homossexualismo explícito.

Fotos e este (triste) relato se encontra no post mencionado no Deus lo vult!.

De imediato mandei um email a Dom Fernado expressando minha tristeza e vergonha como deve ter abatido muitos filhos que lutam pela sua mãe, a Igreja. Coloco o texto do email que mandei a Dom Fernado, pois tenho dúvidas sobre sua leitura por parte deste arcebispo.

Email para Dom Fernando Saburido

Extra Ecclesia nulla Salus.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção