Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Fides et Ratio: 12 anos - I Postagem

Postagem I

Hoje se lembra a passagem de doze anos que a humanidade pode contar com existência desta carta encíclica do venerável João Paulo II. Misto de reflexão filosófica sobre o ser com uma aguçada meditação sobre o reflexo de tal pensamento no homem moderno, Fides et Ratio é uma referência para o estudo sobre a arte da sabedoria, entendendo ela como essencial união entre o crer e o entender, entre a fé e a razão.

Quem sou eu? Donde venho e para onde vou? Porque existe o mal? O que é que existirá depois desta vida? Estas perguntas encontram-se nos escritos sagrados de Israel, mas aparecem também nos Vedas e no Avestá; achamo-las tanto nos escritos de Confúcio e Lao-Tze, como na pregação de Tirtankara e de Buda; e assomam ainda quer nos poemas de Homero e nas tragédias de Eurípides e Sófocles, quer nos tratados filosóficos de Platão e Aristóteles. São questões que têm a sua fonte comum naquela exigência de sentido que, desde sempre, urge no coração do homem: da resposta a tais perguntas depende efetivamente a orientação que se imprime à existência.

FIDES ET RATIO

Introdução [1-6]

CAPÍTULO I - A REVELAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS [7-15]

CAPÍTULO II - CREDO UT INTELLEGAM [16-23]

CAPÍTULO III - INTELLEGO UT CREDAM [24-34]

CAPÍTULO IV - A RELAÇÃO ENTRE A FÉ E A RAZÃO [35-48]

CAPÍTULO V - INTERVENÇÕES DO MAGISTÉRIOEM MATÉRIA FILOSÓFICA [49-63]

CAPÍTULO VI - INTERACÇÃO DA TEOLOGIACOM A FILOSOFIA [64-79]

CAPÍTULO VII - EXIGÊNCIAS E TAREFAS ACTUAIS [80-99]

CONCLUSÃO [100-108]

NOTAS DA FIDES ET RATIO

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção