Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Anúncios eróticos para estudantis na Holanda

Saiu hoje (01/09/2010) no site da G1 a notícia de que um Guia estudantil em uma universidade da Holanda tinha um anúncio de um site erótico sem os responsáveis da universidade saberem de tal anúncio. Ora, e isso é possível? É difícil imaginar que os devidos responsáveis de uma instituição que se encarega da educação dos demais deixe passar despercebido um detalhe importante como este.

Sem querer me juntar ao grupo dos que vêem conspiração em tudo, vejo neste fato um complemento do que neste mundo esta se tentando instaurar, ou seja, uma “cultura” erótica aliada a uma “cultura” da anarquia e a “cultura” da morte.

Parece exagero?! Mas vejamos, alguém desde sua adolescência “educado” com uma eroticidade epidérmica muitas vezes defendida como natural, vai crescer aos poucos com uma mentalidade sempre inclinada a importância exagerada do corpo e principalmente do corpo dos outros! Assim temos pessoas inclinadas a dar atenção exacerbada a atração que sentimos (isso sim, naturalmente) pelo sexo oposto fazendo disso grande ocupação quase diária, como é o trabalho cotidiano.

Depois disso, a pessoa já adulta – suposta madura – não consegue mais esquecer ou anular de sua consciência os vários “ensinos” eróticos que eram inculcados desde sua adolescência. Estes acabam levando, até a pessoa mais sincera em buscar um nível de pureza mental e espiritual, grande número de pessoas a não sustentarem nem sequer seus relacionamentos na idade madura, diria que o divórcio ou a separação é o grande fruto desta “cultura” erótica.

Sites como o do anúncio mencionado promovem esta “cultura” tento como grande virtude a promiscuidade.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção