Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Palmada: maioria é contra

Lei contra palmada 27072010

Claro que pesquisas assim levantam grandes críticas e não devem ser tomadas como argumento para se tomar uma decisão, isto em todos os campos.

Mas o fato não se pode deixar de comentar. A população sabe na realidade o valor que têm a reprimenda dos pais em relação aos filhos. Evidentemente a grande maioria concorda e até rechaça a idéia de algum pai ou mãe espancar seu filho com o intuito de o educar, mas esta lei limitará ainda mais a influência dos genitores em favorecimento das más intenções que pode ter uma criança, adolescente ou jovem.

Nada pode superar o diálogo, concordo. Mas em uma sociedade hodierna muitas possibilidades são oferecidas aos “pequenos”, e oxalá pudesse dizer que são somente possibilidades benéficas. Os filhos são constantemente influenciados ou pela TV ou pelos amigos e conhecidos principalmente no meio escolar. Por acaso os pais não são aqueles que devem fazer o filho voltar a trilhar o camminho correto quando este esta a perigo? O diálogo é necessário mas as vezes o filho esta tão envolto nesta saciedade obscura e trévica que não atende mais ao diálogo, então é necessário os pais serem mais enérgicos (não significa “pancadas”!) em suas tentativas para fazer o filho não trilhar tal caminho que lhe parece “bom”.

Quantos relatos de pessoas que foram corrigidas anérgicamente pelos pais na infância e que agora vêem que aquilo lhes ajudou e muito para não tenderem para um caminho que não lhes traria felicidade. Eu mesmo poderia dar um testemunho pessoal!

Aqui mesmo já comentei sobre a inificácia desta lei visando o completo despreparo dos pais em dialogar para suprimir atitudes mais enérgicas. Agora, vendo esta notícia me pergunto se a população (de novo) irá deixar o presidente e sua caneta assinar o início de outra ajuda a anarquia!

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção