Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Felipe deixa Alonso passar… e junto o Brasil fica para trás

Hoje me atrevo a falar de F1, essas corridas que tanto me alegraram e a muitos brasileiros, justamente porque víamos um brasileiro fazer história nessa categoria de esporte.

Nesta última corrida que presenciamos (25/07/2010) um fato revoltante aconteceu: Felipe Massa, o mais talentoso piloto desde Airton Senna, recebeu uma “ordem” de sua equipe para deixar seu companheiro de escuderia, Fernando Alonso, passar por ele e assim assumir a primeira colocação na corrida. Não há como alguém desmentir, esta tudo gravado e audível. Aliás, a Equipe Ferrari até já recebeu multa por ter dado esta ordem.

Não me manifestaria se este fato não atingisse meu espírito patriótico. Em primeiro lugar todos sabem o clima de menosprezo a tudo que vêm do Brasil pelos europeus, ainda rotulam o Brasil de país sub-desenvolvido em algumas partes do velho continente. Bem, tudo que vêm do Brasil não, os “gringos” gostam muito das mulheres daqui e do futebol (se bem que isto esta meio em baixa últimamente).

Depois vejo Felipe Massa aceitando resignado esta “ideologia” de sua equipe, por acaso ele têm medo de perder o emprego se não obedecer? E os milhões de brasileiros que viam ele em primeiro lugar na corrida e exultavam de alegria, pois a muito tempo não tinham este prazer, ele pensou nestes? Sou tentado a pensar que existe algo mais nesta obediência de Felipe, algo que só pode estar escondido por trás da cortina.

A nós resta mais uma vez torcer para um brasileiro alcançar o topo do pódio. Desde que não esteja sendo seguido pelo seu colega de equipe!

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção