Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Felipe deixa Alonso passar… e junto o Brasil fica para trás

Hoje me atrevo a falar de F1, essas corridas que tanto me alegraram e a muitos brasileiros, justamente porque víamos um brasileiro fazer história nessa categoria de esporte.

Nesta última corrida que presenciamos (25/07/2010) um fato revoltante aconteceu: Felipe Massa, o mais talentoso piloto desde Airton Senna, recebeu uma “ordem” de sua equipe para deixar seu companheiro de escuderia, Fernando Alonso, passar por ele e assim assumir a primeira colocação na corrida. Não há como alguém desmentir, esta tudo gravado e audível. Aliás, a Equipe Ferrari até já recebeu multa por ter dado esta ordem.

Não me manifestaria se este fato não atingisse meu espírito patriótico. Em primeiro lugar todos sabem o clima de menosprezo a tudo que vêm do Brasil pelos europeus, ainda rotulam o Brasil de país sub-desenvolvido em algumas partes do velho continente. Bem, tudo que vêm do Brasil não, os “gringos” gostam muito das mulheres daqui e do futebol (se bem que isto esta meio em baixa últimamente).

Depois vejo Felipe Massa aceitando resignado esta “ideologia” de sua equipe, por acaso ele têm medo de perder o emprego se não obedecer? E os milhões de brasileiros que viam ele em primeiro lugar na corrida e exultavam de alegria, pois a muito tempo não tinham este prazer, ele pensou nestes? Sou tentado a pensar que existe algo mais nesta obediência de Felipe, algo que só pode estar escondido por trás da cortina.

A nós resta mais uma vez torcer para um brasileiro alcançar o topo do pódio. Desde que não esteja sendo seguido pelo seu colega de equipe!

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção