Pular para o conteúdo principal

≡≡ LEITURA RECOMENDADA

O conservador na guerra hermenêutica

Contra tudo o que pode parecer comum no mundo atual, o conservador não deixa-se levar pelas pressões sociais e grupais, que muitas vezes cobram altos preços pela aquesciencia ou pelo enfrentamento de ideias e posturas sem nenhum fundamento na realidade, sem nenhuma obediência a natureza mesmo das coisas criadas e sustentadas pelo Criador.  Claro que a imensa maioria destas ideias e posturas que pressionam o conservador originam-se de mentes negadoras da existência de Deus ou negam sua fundamental influência no mundo e na história, o que faz com  estas ideias e posturas já desenvolvam-se alienadas da ideia de um criador e sustentador da existência em seu ser. Esse pressuposto já traz um bom motivo para que o conservador desconfie de qualquer "boa ação" ou "boa intenção" que possa ser apresentada a ele, sendo patrocinada e impulsionada por quem pressupostamente desconsidera o fundamento da realidade existente. Já escrevi aqui sobre a fundamental insistência da mente

“CRISTIANISMOS ADAPTADOS”

Depois do Cancílio Vaticano II muitas idéias tem circulado o globo. Algumas podem realmente, de um jeito ou de outro, ter trazido desenvolvimento ou clareza sobre certo ponto teológico. cruz470jn6

Mas me refiro neste texto àquelas idéias – que são a minoria – que de maneira alguma troxeram benefício a Igreja, ou também a teologia de modo geral. Estas idéias somente espalharam discordância e “joio” no meio da ceara do Senhor. Coisa claríssima que muitos não souberam distinguir alguns anos atrás é que o desenvolvimento teológico pode ser relativo em se tratando da verdade cristã. Ora, qualquer um pode “fazer teologia”, nem por isso a suposta verdade teológica que tal descobre ou desenvolve se enquadra na verdade mesma da fé cristã.

Por isso, o depositum fidei sempre terá validade e efeito em primeiro lugar de preservação da verdade e em segundo de denúncia dos erros anunciados ou cometidos.

Ele vem salvaguardar a integridade da verdade em meio a uma artilharia de in- verdades. Dentro desta tarefa se encontra o Magistério denúnciando claramente os cristianismos adaptados.

Mas como identificar um cristianismo adaptado?

[continua]

Pax Christi

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Carta de um leigo a Dom Benedito Beni dos Santos a respetio da “Missa Sertaneja” celebrada pela Comunidade Canção Nova