Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


EM DEFESA DA TRADIÇÃO!

1ª Comunhão de Joelhos.

Já presenciei muitas barbaries quando se fala de comunhão, ou melhor, de como receber a comunhão na Santa Missa. Comunhão de joelhos

Mas fico realmente abismado quando se trata de uma 1ª Eucaristia. Este momemto tão sublime, em que uma criança (geralmente) vai receber pela primeira vez Deus, em forma mais excecional, da forma que sustenta o mundo, deve ser tratado como memento mais especial da infância ou adolencência desta criança.

Sem comentar a infinta reverência que se deve dar a Eucaristia por se tratar do Cristo mesmo presente substancialmente.

Mas o que vejo as vezes! Párocos negligentes, que tratam a Eucaristia como se fosse algo “gratuito” a todos, que todos tem oi direito de receber não importando como e nem em que estado. Párocos que na 1ª Eucaristia de uma centenas de crianças resolve “enfeitar” trazendo cada criança com seus pais, sendo que alguns nem podem comungar, somente para não desagradar determinados pais que querem tirar uma foto com seu filho na hora da recepção da Eucaristia.

Mas não é deles este momento! Cadê a coerência! Párocos que ficam justificando esses comportamentos e “modinhas” perderam em si o respeito e sentido da Eucaristia, deveriam voltar as aulas de teologia, mesmo que no seu currículo contem mestrados, doutorados, et.

A Sacralidade, donde brota o devido respeito vai se perdendo, e sei que determinadas teologias que fazem por aí não contemplam este aspecto, que sabemos, esta na origem da fé!

Pax Christi

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção