Pular para o conteúdo principal

≡≡ LEITURA RECOMENDADA

O conservador na guerra hermenêutica

Contra tudo o que pode parecer comum no mundo atual, o conservador não deixa-se levar pelas pressões sociais e grupais, que muitas vezes cobram altos preços pela aquesciencia ou pelo enfrentamento de ideias e posturas sem nenhum fundamento na realidade, sem nenhuma obediência a natureza mesmo das coisas criadas e sustentadas pelo Criador.  Claro que a imensa maioria destas ideias e posturas que pressionam o conservador originam-se de mentes negadoras da existência de Deus ou negam sua fundamental influência no mundo e na história, o que faz com  estas ideias e posturas já desenvolvam-se alienadas da ideia de um criador e sustentador da existência em seu ser. Esse pressuposto já traz um bom motivo para que o conservador desconfie de qualquer "boa ação" ou "boa intenção" que possa ser apresentada a ele, sendo patrocinada e impulsionada por quem pressupostamente desconsidera o fundamento da realidade existente. Já escrevi aqui sobre a fundamental insistência da mente

CHUVA DE PEDRA!

Não da para acreditar! Ainda não parou de chover aqui!

Vamos acabar se transformando em seres aquáticos, ou coisa pararecida.

Ontem vinha do trabalho, em meio a chuva que caia, claro, quando fui surpreendido por uma coisa dura que acertou com força minha perna. Eram pedras de gelo. GRANIZO.

Logo cairam mais e mais, numa força incrível me vi no meio desta zona de guerra, sendo bombardeado por uma chuva que deixou de ser líquida para acertar, destruir!

Digo com certeza, aquele foi o momento de mais aflição que tive em minha vida.

Durou cerca de 4 minut0s estas pedras violentas caiando do céu.

Depois, ao retomar o caminho para casa, já que havia me escorado em um muro para me proteger, percebi os efeitos. Não deixavam de serem bonitos. Ruas e calçadas brancas de gelo. Uma visão incrível e privilegiada. Naquele moment0, todo molhado, diminuiu minha raiva pela chuva visto a beleza que estava presente ali, e que pude presenciar como espectador muito favorecido.

Pax Christi

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Carta de um leigo a Dom Benedito Beni dos Santos a respetio da “Missa Sertaneja” celebrada pela Comunidade Canção Nova