Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Cooperatores veritatis

É verão e esta chovendo, aquelas típicas chuvas de verão, rápidas e de violência amena o suficiente para refrescar o ambiente. O calor excessivo não me anima a escrever, mas a chuva faz este trabalho de animação, e por isso estou aqui para escrever sobre um assunto ou ideia que estava engavetada com muitas outras. Quando falamos nos estudos acadêmicos em "buscar a verdade", "transmitir a verdade", "servir a verdade" ou mesmo em "obedecer a verdade" muitas vezes pressupõe-se a realidade VERDADE que pode-se simplesmente apresentá-la como Aristóteles, mas a verdade mesmo é uma PESSOA, e escrevo em caixa alta porque refiro-me a Deus mesmo, o Criador por excelência, fonte de toda a realidade existente. De fato, nada existe sem a consciência Divina que existe pensando em tudo e em todos, já que o seu esquecimento de alguma realidade significaria a inexistência desta realidade. Se você não chegou a esta certeza da dependência da realidade do pensamento

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡


Sabendo como agir

Usar os dois bolsos
Um discípulo comentou com o rabino Bounam de Pssiskhe:- O mundo material parece sufocar o mundo espiritual. - Sua calça tem dois bolsos -disse Bounam.- Escreva no direito: o mundo foi criado apenas para mim. No bolso esquerdo, escreva: eu não sou nada além de pó e cinzas. "Divide bem teu dinheiro nestes dois lugares. Quando vires a miséria e a injustiça, lembra que o mundo existe apenas para que possas manifestar a tua bondade, e usa o dinheiro do bolso direito. Quando estiveres tentado a adquirir coisas que não te fazem a menor falta, lembra do que está escrito no teu bolso esquerdo, e pensa várias vezes antes de gastá-lo. Desta maneira, o mundo material nunca sufocará o mundo espiritual".Quando dar e quando receber. Nasrudin passeava pelo mercado, quando um homem se aproximou.
- Sei que és um grande mestre sufi - disse. - Hoje de manhã, meu filho me pediu dinheiro para comprar uma vaca. Devo ajudá-lo? - Esta não é uma situação de emergência. Então, aguarde mais uma semana antes de atender o seu filho.- Mas tenho condições de ajudá-lo agora. Que diferença fará esperar uma semana? - Uma diferença muito grande - respondeu Nasrudin. - A minha experiência mostra que as pessoas só dão valor a algo quando têm a oportunidade de duvidar se irão ou não conseguir o que desejam.
Parece muito óbvio
Perguntaram ao rabino Ben Zoma: - Quem é sábio? - Aquele que encontra sempre algo a aprender com os outros. - Quem é forte? - O homem que é capaz de dominar a si mesmo.- Quem é rico? - O que conhece o tesouro que tem: os dias e as horas de sua vida, que podem modificar tudo o que acontece ao seu redor.- Estas são coisas óbvias - comentou um dos presentes. - Por isso são tão difíceis de serem observadas - concluiu o rabino.Entre a fé e a oração- Há algo mais importante que a oração? - perguntou o discípulo ao mestre.O mestre pediu ao discípulo que fosse até um arbusto próximo e cortasse um ramo. - A árvore continua viva? -perguntou o mestre.- Tão viva como antes.- Então vá até lá e corte a raiz.- Se eu fizer isto, a árvore morrerá.- As orações são os ramos de uma árvore, cuja raiz se chama Fé. Pode existir fé sem oração, mas não pode existir oração sem fé.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção