Pular para o conteúdo principal

≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡ LEITURA RECOMENDADA ≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡≡

Marx e os seus dominaram a educação brasileira

Que os livros didáticos oferecidos paras as escolas no Brasil inteiro serem fundamentados em figuras como Paulo Freire, Michel de Foucault, Jonh Dewey, Antonio Gramnsci e Jean-Jacques Rosseau, é um fato notório, e basta qualquer passada de olhos nestes mesmos livros que os professores usam em suas aulas e os que eles mesmos utilizam para se formarem, para notarmos a ideologia social presente destes senhores acima citado em todos os campos do conhecimento, em todas as áreas, pois se focaram não no conteúdo em si das matérias mas na forma, na didática utilizada, tornando assim qualquer matéria meio de formação segundo a ideologia que desejam fixar nas gerações. No trecho destacado abaixo, percebe-se o porque existe uma mudez nacional acerca desta formação ideológica ministrada nas escolas por quase todos os professores. Tirado do site Wikipedia O final deste trecho é o mais importante, pois é através dele que podemos perceber a profundidade e extensão do problema a se enfrentar. As obras

BEM VINDO

Critérios... coragem!

Como é triste uma pessoa sem critérios!

Facilmente é levada pelos sentimentos ou por outras coisas que ao passar da vida vai achando "interessante". Assim, aquele que vive dizendo o importante é acolhermos bem... temos que analisar bem seu comportamento, as vezes esta apenas camuflando o que realmente tem no interior: dúvidas e angustias que nunca teve coragem de resolver, talvez porque nunca teve coragem de tomar uma decisão mesmo que "escandalizá-se" alguns!

Como é triste ver alguém que tem a vida controlada por suas manias fruto de suas indecisões interiores. Uma outra pessoa facilmente a manipula (geralmente inconscientemente) porque esta pessoa não tem aquela firmeza interior que brota de critérios claros e solidificados, digo que principalmente na palavra de Deus.

Os que estão "fora" de sua vida, vêem tudo isso acontecer mas não se sentem corajosos de dizer a esta pessoa algo, até porque sente medo de ferir a sua privacidade e até (de certo modo) a sua liberdade. Claro que a liberdade deve ser orientada (a liberdade de cada ser humano pode ser desviada daquele reto agir conforme a própria natureza humana), mas geralmente todos sentem receio de a ferir se interfere no agir de alguém.
O que fazer então? Penso que cada um sabe a resposta... coragem!

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção