Pular para o conteúdo principal

§ LEITURA RECOMENDADA

Por que não odeio o Papa Francisco

"Quem critica e ataca o Papa Francisco não é católico", esta afirmação já ouvi e li inúmeras vezes, tanto de católicos batizados como de pessoas de outras religiões e mesmo os ditos ateus. Já faz algum tempo que li um artigo no site Presbíteros intitulado Ataques ao Papa , publicado em 27 de fevereiro de 2020, onde o Mons. José Maria Pereira aborda a questão através da íntima ligação Papa-Igreja-Cristo, chegando a síntese na qual os ataques oriundos de batizados seriam um ataque a própria Igreja - que por sua vez é a Mãe de todos os católicos, na evangélica ligação de Maria Santíssima com a Igreja - e assim ao próprio Jesus Cristo. Por mais errada que seja uma mãe, o filho não fica falando mal, expondo a mãe em praça pública. A Igreja é nossa Mãe, merece o nosso respeito e o nosso amor. (Mons. José) Monsenhor José associa levianamente crítica a ataque, sem a precisão conceitual que a relevância do tema exige. Posso sim criticar minha mãe diante de meus irmãos, mas isso não eq

LEI DA CONVIVÊNCIA - I

Como já mencionado, é uma teoria livre onde se tenta estabelecer uma diretriz única para este fenômeno que acontece ao haver uma mudança interior e/ou exterior nas pessoas.É necessário considerar primeiramente que as relações humanas são extremamente profundas, chegando mesmo a haver verdadeiras reviravoltas repentinas mediante fatos e conversações. Mas não somente mediante isso pode haver mudança, mas também mediante reflexões, uma atividade não muito praxial em nossa sociedade. É fato, que atualmente as pessoas tendem a não mais parar e meditar sobre algo, ponderando indícios a favor e contra algo.
O que vemos então?Mediante isso, e olhando para a humanidade atual, imersa na grande avalanche tecnológica em midiática, sem sombra de dúvidas o que acaba sendo o mais aceitável dentro da mentalidade cristã é o testemunho, melhor dizendo, a "convivência" como transmissora e convencedora para formação de vida e opinião.

Pax Christi.

Comentários

Publicação mais visitada do site no último ano:

Objetos de Devoção