DIREITOS AUTORAIS
:: Ao compartilhar algum texto, sempre citar a fonte ::
Todos os artigos não assinados são de autoria e propriedade de Valderi da Silva, administrador deste blog.

Vincent Lambert e a loucura dos homens

Já ouvimos muitas vezes isto, de que os homens depois de uma alucinada elevação de si mesmos à categoria de deuses superpoderosos, sempre acabam por executar barbáries e atos destruidores de sua própria humanidade. Alias, a própria ideia de que somos "super poderosos" e que não precisamos de nada que nos oriente e a qual devemos obedecer, já é uma desumanização.

Lamentavelmente a França, outrora chamada de "filha primogênita da Igreja", acabou de ser nos últimos dias palco desta alucinada caminhada da humanidade moderna à sua própria aniquilação enquanto "humanidade civilizada". A França foi tristemente o alvo principal das ideias que fundaram o modernismo subjacente nos países que tentam levantar uma bandeira de nação moderna, obedecendo aquilo que foi justamente o que destruiu a nação francesa desde dentro, tendo seu marco mais forte na chamada revolução francesa, momento das mais inimagináveis atrocidades que o modernismo pode alcançar.

Vincent Lambert com sua irmã Anne. Foto: Cortesia Viviane Lambert
O caso de Vincent Lambert não é emblemático, ele é muito claro quanto ao que aconteceu e quanto ao que revela do estado atual da humanidade.
Vincent morreu hoje (11/07/2019) no hospital Chu de Reims, onde esteve internado por anos. Lambert ficou tetraplégico após um acidente em 2008. Há alguns dias, os médicos removeram os tubos de água e alimentação para deixá-lo morrer sob "sedação profunda e contínua".
Este jovem vivia constante no hospital por conta de sua completa imobilidade, mas não estava morto. Seus pais sabiam disso e é por isso que suplicavam aos médicos que não desligassem os aparelhos que alimentavam o rapaz. O Estado sempre deseja o lugar de Deus, é tipico do modernismo colocar tudo sob a autoridade do Estado, inclusive a vida ou a morte. Sim! O Estado moderno, neste caso exemplificado pelo francês, sempre deseja decidir sobre nossas vidas, sobre o que devemos fazer, onde devemos ir, o que devemos comer e se devemos viver ou morrer. Isso é resultado da alucinada corrida da humanidade moderna ao aniquilamento da própria humanidade civilizada pelo cristianismo.

Assim falou o pai de Vincent Lambert: "É um assassinato disfarçado, é uma eutanásia", disse o pai de Lambert, Pierre, à imprensa francesa na segunda-feira, 8 de julho. A eutanásia é ilegal na França. No entanto, uma lei de 2005 permite que os médicos se abstenham de usar tratamentos desproporcionais", "sem nenhum outro efeito além de manter a vida artificialmente". Isto é um artifício demoníaco para o assassinato legalizado, coisas que as ideias subjacentes do modernismo busca executar através de uma ditadura juridicista, que tenta decidir tudo nos tribunais.

Vincent Lambert foi assassinado pelo Estado francês, mataram-no de fome e sede! Consegue imaginar uma barbárie como esta sendo chamada de "evolução da humanidade"?

O Papa Francisco externou assim seu pensamento:
Deus Pai acolha Vincent Lambert em seus braços. Não construamos uma civilização que elimina as pessoas cujas vidas consideramos não sejam mais dignas de serem vividas: toda vida tem valor, sempre. (Twitter, 11/07/2019)
Também o Vaticano através da sua Sala de Imprensa expressou assim sua inconformidade:
"Deus é o único dono da vida do início até o fim natural e é nosso dever protegê-la sempre e não ceder à cultura do descarte". (11/07/2019)
Destaco o twitter do cardeal Robert Sarah, Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos:


O cardeal lembra que o caso Lambert é a sintomática visão da loucura da humanidade moderna, que caminha a passos largos para a barbárie e para a desumanização obedecendo cegamente aos ditames de ideologias fundamentadas num relativismo que mata qualquer autoridade divina sobre a vida humana.

Vincent Lambert é mais uma vítima do "Estado-Deus" que chama-se a si mesmo de laico enquanto professa uma fé cega em si mesmo. É a loucura de nossos tempos.

Ofereçamos uma oração pela alma de Vincent Lambert e pelos seus pais.

Anúncio do Blog