DIREITOS AUTORAIS
:: Ao compartilhar algum texto, sempre citar a fonte ::
Todos os artigos não assinados são de autoria e propriedade de Valderi da Silva, administrador deste blog.

Lula no semi-aberto e o rebaixamento da justiça brasileira

Para muitos pode parecer uma notícia trágica e surpreendente, mas para mim é apenas consequência e algo que já poderia ter acontecido antes, não que eu desejasse isso.

Luiz Inácio Lula da Silva é um criminoso contumaz, daqueles que se solto voltará a desafiar a justiça que "bondosamante" lhe concedeu liberdade. Ele já deixou inúmeras vezes muito claro sua postura arrogante ao desprezar as próprias decisões judiciais sem contar os desmandos em época que governava o país desde a cadeira da presidência da republica. Alguns jornalistas que não se rendem ao ideologismo de esquerda e nem a narrativa pre-estabelecida pelos editores, já o chamam de "pior criminoso da história desta república", e isto não parece exagero se quantificarmos os bilhões de reais que Lula extraiu do povo brasileiro para fins alheios aos interesses do povo, mas somente para financiar os interesses da ideologia a qual sempre serviu.

Depois de ser condenado e enviado finalmente para a cadeia a mando do juiz Sérgio Fernando Moro, Lula tentou através de seus fieis seguidores transformar sua imagem em algo abstrato, diluído nos seus aliados e em qualquer outro que defenda alguma bandeira eletista e sectarista que contraponha o pensamento de direita e conservador, que para eles (esquerdistas) o atual presidente Jair Bolsonaro representa.

Agora, depois de alguns meses cumprindo sua sentença, Lula parece estar prestes a sair da cadeia para um regime de "semi-aberto", ou seja, fica fora da prisão durante o dia, para trabalhar em algo autorizado e fiscalizado pela polícia, e a noite volta para a cela. Alguns já afirmam que ele conseguirá através de seus advogados a autorização para dormir em casa e não na cadeia por conta da dificuldade de ir todos os dias com segurança para a prisão.

Esta redução de regime para Lula é um ato inequívoco de rebaixamento do sistema judiciário brasileiro. Caio Coppolla, comentarista da Rádio Jovem Pan, formado em direito, comentava recentemente a necessidade urgente de reforma do código penal, para que se encerre a maioria dos absurdos legais que vemos dia a dia. Em seu comentário, Caio mencionava a visão totalmente ideológica deste atual código que parece ter sido elaborado somente sob a ótica do bandido e não das vítimas destes, algo totalmente absurdo e por isso mesmo é que vemos tantos direitos para os bandidos em detrimento da segurança das vítimas. Lula sendo colocado no semi-aberto depois de cumprir alguns meses apenas de sua condenação de anos, e depois ter cometido a maior assalto que o Brasil já sofreu, levando inclusive pessoas a morte pela corrupção orquestrada e dirigida por ele, é mais que uma afronta à justiça e uma verdadeira prova de que o Brasil já estava dominado em todos os âmbitos por um esquema criminoso, inclusive no âmbito jurídico.

Anúncio do Blog