DIREITOS AUTORAIS
:: Ao compartilhar algum texto, sempre citar a fonte ::
Todos os artigos não assinados são de autoria e propriedade de Valderi da Silva, administrador deste blog.

Das Excelências da Santa Missa: O Crucificado

Sinto muito prazer em falar da missa enquanto ato fundamental para a existência do cristianismo, pois sem este rito litúrgico completamente fundamentado na sagrada Escritura, não podemos imaginar a sobrevivência do modo de vida cristão. Não é por menos que falo isso, senão pela importância elevada que existe neste rito sagrado. O que nele encontramos supera até mesmo alguns sacramentos quando vistos isoladamente.

Como comentei noutro artigo neste site, li novamente e com mais atenção, o pequeno livro “As Excelências da Santa Missa”, uma obra de quase três séculos atrás, que apesar de sua simplicidade, ainda encanta por tratar deste assunto que, como disse, para os cristãos é fundamental, ou seja, a Missa. Neste artigo, cito novamente esta obra para destacar algo mais específico dentro deste rito sacro-litúrgico: A contemplação do crucificado.


No livro, Frei Leonardo cita a contemplação da cruz durante a liturgia da Santa Missa como um segundo método de participar desta liturgia, não a menos louvável e nem a mais indicada, na opinião do escritor. Mas como mencionei já no artigo anterior e já citado aqui, eu particularmente não consigo deixar de contemplar a cruz em qualquer momento da Santa Missa, ou melhor, o crucificado. Acredito que não exista momento mais proveitoso para contemplar a o divino corpo inexplicavelmente morto sob o madeiro da cruz. Todo o momento que se vive na Santa Missa, com a escuta da Palavra, os cantos e orações, tornam este contemplar da cruz algo muitíssimo proveitoso.

De fato, em determinados momentos durante o rito, ao recitar de algumas orações, pode-se realmente sentir a própria dor de Jesus na cruz, dos pregos nas mãos, nos pés, a laceração dos joelhos e das costas, a perfuração dos espinhos e da lança. Sentir o Cristo, pode encaixar-se neste significado também.

Mas este contemplar durante a Santa Missa deve servir principalmente para nos mover mais alto, nos mover para a gratidão que gera conversão. Para nos fazer viver algo realmente novo a cada Santa Missa que vivemos. Contemplar o crucificado durante a Santa Missa para mim é isso, viver a Santa Missa ao invés de apenas rezá-la ou recitá-la.



Anúncio do Blog