Coloque seu Email e receba os novos artigos:

Delivered by FeedBurner

About

Minha foto

  • FACCAT - Faculdades Integradas de Taquara
    • Letras, 2015 [em curso]
  • PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
    • Teologia, 2004 - 2007
  • SMME - Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil
    • Filososfia, 2002 - 2003

Pesquisa:

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Aborto: O católico deve ser contra

É realmente espantoso que ainda haja católicos que defendam o aborto em alguma circunstância. Fico espantado porque o assunto já foi milhares de vezes reproduzido e explicado por leigos, padre, bispos e até o Papa.

Católico não deve apoiar o aborto em nenhum circunstância, por mais difícil que seja, pois se trata de uma vida, que apesar da circunstância em que foi concebida, já é querida por Deus.

O famoso argumento de grupos "feministas" de que "eu decido sobre meu corpo" é um erro grotesco e reflete uma arrogância sobre a própria ignorância e vaidade (e nem preciso lembrar que o cristão deve ser avesso à vaidade).

Continuar dizendo que em algumas circunstâncias seria lícito abortar é o mesmo que dizer que em algumas circunstâncias Deus nos permite que destruamos a obra do Seu amor. É dizer que podemos, em alguns casos, assassinar alguém com pleno direito, e no caso do aborto, alguém totalmente indefeso e inocente de qualquer ato.

Graças a Deus, inúmeros grupos pró-vida desmascaram pelo mundo afora a farsa do aborto e suas cínicas campanhas supostamente em defesa da mulher. O que as campanhas pró-aborto fizeram foi criar sutilmente uma "cultura" de vaidade feminina macabra. que as leva ao extremo do egoísmo, transformando gerações de mulheres em pessoas sem as virtudes necessárias para o cultivo da vida e não da "própria vida".

É mais estapafúrdio ainda, o católico que tenta, num jogo de malabarismo, se utilizar da própria doutrina da Igreja e das palavras do Santo Padre para argumentar em favor de um "tipo" de aborto. E digo mais: é demoníaco aquele que se utiliza das palavras de Jesus Cristo para ousar defender o aborto em alguma circunstância. Especialmente no Santo Evangelho, a vida - somente ela - desde a concepção é louvada e defendida por Deus, pois ele mesmo desejou colocar a Virgem Maria como modelo de humildade e submissão ao dom da vida, recebendo no seu ventre Aquele que nem esperava!

O católico precisa compreender que, sua fé não coaduna de forma alguma com o aborto.

Rezemos para todos os cristãos católicos sejam defensores da VIDA e não busquem desculpas para qualquer ideologismo que lhe passe na cabeça.

Nenhum comentário: