Coloque seu Email e receba os novos artigos:

Delivered by FeedBurner

About

Minha foto

  • FACCAT - Faculdades Integradas de Taquara
    • Letras, 2015 [em curso]
  • PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
    • Teologia, 2004 - 2007
  • SMME - Seminário Maria Mater Ecclesiae do Brasil
    • Filososfia, 2002 - 2003

Pesquisa:

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

segunda-feira, 8 de junho de 2015

Investidas da "desmoralização" e "escândalo" interno na Igreja

Parece crescer cada vez mais, numa corrida sem desaceleração, a campanha contra a moralização expressa de maneira mais clara pela doutrina da Igreja Católica, manifestando a olhos vistos, públicas ofensas, agressões e selvagerias contra aquela que por séculos têm sustentado os bons costumes e alavancado as necessárias campanhas a favor da liberdade, da família e da vida.
Deixou de ser apenas triste e lamentável os episódios promovidos pelos ativistas da chamada LGBT. Suas investidas estão cada vez diabólicas, mostrando a barbárie que existe em muitos desta condição. Sob o pretexto de eliminar a discriminação, os preconceitos, pretendem arrasar com qualquer pessoa instituição que os contrarie ou que exija mais respeito a que de mais precioso outras pessoas têm, como a sua religiosidade.
Na última Parada do Orgulho Gay, realizada em São Paulo (Brasil), foi nada mesmo que terrorista as manifestações destes ativistas contra a fé da Igreja Católica. A utilização de símbolos religiosos passou dos limites... e os descarados ainda pretendem-se mais sábios em teologia e conhecimento bíblico que a Igreja de mais de 2.000 anos. É o que tenta demonstrar a pessoa que desgraçadamente encenou Cristo crucificado nesta Parada. A cena mais forte e apelativa foi sem dúvida alguma a da transexual Viviany Beleboni, de 26 anos, que encenou a referida crucificação de Jesus com uma placa acima de sua cabeça dizendo "Basta de homofobia com GLBT". Esta atriz rebateu as críticas a sua "encenação" dizendo: “As pessoas não sabem ler? Coloquei a placa justamente para ficar claro que era um protesto. E mais: tudo bem encenar a ‘Paixão de Cristo’, mas quando é travesti não pode, não é?". Esta pessoa não entende nada de respeito e muito menos de Bíblia. Evidentemente que encenar a Paixão de Cristo exige a maior fidelidade possível ao Evangelho, pois não se trata de uma história de "conto de fadas", ou um romance moderno qualquer. Mas é claro que esta pessoa não entenderia a seriedade disso, pois prefere utilizar do que é mais sagrado aos cristãos para emplacar sua crítica ou opinião.
Um jogador de futebol brasileiro protestou nas redes sociais contra as ofensas da Parada Gay e como "hastag" como #OmundoEstáAcabando... realmente o mundo com possibilidade de ser civilizado esta acabando, pois a degradação de uma sociedade se manifesta nestas imagens da Parada do dia 07 último.
Mas o que parecia ser um "inimigo" externo aparece como um ente com tentáculos já entranhado no seio da Igreja. Na Itália, encontramos um sacerdote - Don Andrea Gallo - que defende abertamente a causa homossexual, participando inclusive de manifestações deste grupo, um verdadeiro escândalo no seio da Igreja. Abaixo temos um vídeo sobre tal sacerdote que muito envergonha o clero católico.
________________________
*Sobre a atriz que encenou a crucificação, http://www.revistaforum.com.br/blog/2015/06/tudo-bem-encenar-a-paixao-de-cristo-mas-quando-e-uma-travesti-nao-pode-nao-e/
**Sobre a publicação do jogador de futebol brasileiro, http://www.aleteia.org/pt/sociedade/artigo/democracia-e-quando-eu-mando-em-voce-ditadura-e-quando-voce-manda-em-mim-5899703413637120
***Sobre sacerdote católico a favor da causa homossexual, http://eladventistahoy.blogspot.com.br/2014/04/la-homosexualidad-es-un-don-de-dios.html
===
Print Friendly and PDF
_______________________________________________________________
ANÚNCIO DO BLOG $$$ Confira a promoção na página Loja e Negócios $$$
_______________________________________________________________

Nenhum comentário: