Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

sábado, 30 de novembro de 2013

Santo Padre Francisco pode canonizar Pio XII

Apesar das inúmeras acusações de antissemitismo supostamente praticado, durante a Segunda Guerra Mundial, por Eugenio Pacelli – mais conhecido comoPio XII – o papa Bento XVI resolveu, no dia 19 de dezembro de 2009, aprovar o decreto das virtudes heroicas do Papa Pacelli. Este documento demonstra que Pio XII viveu as virtudes teologais da fé, esperança e caridade, em grau heroico.Pio XII [eugenio pacelli] 8
A decisão foi corajosa para um alemão. A atitude tomada na época pelo predecessor de Francisco, conhecido como “amigo dos judeus”, foi fruto do amadurecimento de uma série de investigações iniciadas há anos, mas intensificadas após o Sínodo de 2008, realizado no Vaticano. Neste, o rabino de Haifa pediu a abertura dos arquivos do Vaticano que remontavam à época da Segunda Guerra. Eram cerca de dois milhões de documentos e 16 milhões de cartas vinculadas à fase da Shoah (holocausto). Com isso, Bento XVI formou um comitê de estudo do caso, composto por quatro padres jesuítas, provenientes dos Estados Unidos, Alemanha, Itália e França.
Papa Francisco pode canonizar Pio XII
Após os primeiros passos dados por Bento XVI no caso “Pio XII”, chegou a vez de Francisco. No dia 25 de julho deste ano uma fonte autorizada da Congregação para as Causas dos Santos, que pediu anonimato, afirmou a ACI Prensa que, “assim como o Papa Francisco decidiu a canonização de João XXIII, também está considerando fazer o mesmo com Pio XII”.
Segundo o procedimento regular, seria necessário um milagre para a sua beatificação. Mas Francisco poderia aprovar a canonização sem os milagres, ou ao menos sem a comprovação destes, como fez com João XXIII. Neste caso, segundo a fonte de ACI Prensa, poderia “inclusive canonizá-lo (Pio XII) com a fórmula de scientia certa (certeza de conhecimento) e, portanto, passando inclusive por cima da beatificação”.
O Papa que salvou 800 mil judeus
A razão principal apontada pelo Papa Francisco é a de que Pio XII salvou a vida de 800 mil judeus. Ao contrário do que a grande massa midiática e a opinião popular expressam, dizendo que o Santo Padre se omitiu diante do grande holocausto causado pela perseguição nazista.
Apesar da crítica de alguns setores do judaísmo, em julho de 2012, o fundador da Pave the Way Foundation, Gary Krupp, um judeu proeminente e defensor do Papa Pio XII, afirmou que “a lenda negra contra o Papa Pio XII tem sido branqueada pela luz absoluta da verdade”.
O líder judeu realizou algumas modificações na exposição sobre Pio XII realizada no museu do holocausto Yad Vashem, em Israel, a fim de mostrar uma visão mais equilibrada e verdadeira do Papa frente ao nazismo e aos judeus. Em julho de 2012, ele afirmou era preciso “mostrar ao mundo que esta é verdadeiramente uma instituição que se baseia nos fatos e na verdade”.
De perseguidor a herói
Gary Krupp, recordando o sobrenome de batismo doPapa, Pacelli, afirmou: “foi verdadeiramente um grande herói para o povo judeu durante nossos anos mais escuros da Shoah”.
No ano de 2005, o rabino chefe de Roma, Ricardo di Segni, afirmou: “a beatificação de Pio XII é objetivamente um obstáculo ao diálogo com a Igreja muito maior que a beatificação de Dehon”. Talvez o Papa Pacelli não seja mais um obstáculo tão objetivo. E, daqui a algum tempo, talvez Dehon também não seja.

______________________________

Fonte: http://www.aleteia.org/pt/religiao/conteudo-agregado/francisco-pode-canonizar-pio-xii-o-papa-que-salvou-800-mil-judeus-20714002

Nenhum comentário: