Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Uma ponderação sobre FSSPX e Lefebvre

Penso que muitos do que visitam este blog, já perceberam o anseio que tenho pela volta a plena comunhão com a Santa Sé desta Fratenidade Sacerdotal São Pio X, fundada pelo Bispo Marcel Lefebvre.
 
Criou-me grande felicidade ao saber que a Santa Sé, especialmente a pessoa do Santo Padre, estuda com grande atenção uma possibilidade de restaurar esta união, o que pode ser visto recentemente pela sugestão apresentada como solução para sanar esta ruptura (ver post Encontrada uma solução para a volta dos Lefebvristas). Encontraria esta Fraternidade um lugar digno para viver a tradição da Igreja em seus ritos agora sem a separação com a igreja mãe e poderia voltar a obediência fiel e salvadora ao Vigário de Cristo.
 
No entatno, um também recente pronunciamento do presidente desta Fraternidade colocou-me novamente aos pés da cruz, pois rechaçava esta solução apresentada pela Santa Sé como possível reconciliação com Pedro (ver post FSSPX rechaçaria proposta do Vaticano para uma reconciliação).
 
Acredito que todo esforço pela unidade entre os cristãos deva ser superada pelo amor a Cristo e busca pela santidade de vida, tudo em vista da salvação. Por isso, sigo esperançoso no dia em que veremos todos os membros da FSSPX estarão novamente no seio da Santa Igreja, em plena comunhão.
 
Num olhar para o passado, naquilo que possa estar emperrando esta re-união entre estes cristãos para junto de Pedro, somente consigo enxegar palavras como as de Mons. Lefebvre (vídeo abaixo). Sei que tudo pode ao Deus de misericórdia, mas em minha pequenez, olho para este filho de Deus e vejo o semeador do joio entre o trigo, não o próprio mal, mas quem espelhou-se sinceramente no ideal cristão, niglegenciando alguma coisa, talvez a caridade com a própria Igreja, constituida de homens pecadores, como ele.
 

Nenhum comentário: