Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Segunda-feira – At 11,1-8 Jo 10,1-10

IV Semana do Tempo Pascal

Pe. Valderi da Silva

O fato relatado por Pedro, acontecido em Jope, vem a confirmar de modo prático e visível o que Cristo nos transmitiu, a saber: o evangelho deve ser comunicado também aos pagãos. Algo que parte do mandato do próprio Jesus, ide, pois, ensinai a todas as gentes, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo (Mt 28,19), e esta ordem foi a que moveu Pedro a aceitar a visão que teve e comunicar a este povo de Jobe, cidade de não judeus, a Boa Nova de Cristo. O evangelho não fala claramente, mas certamente houve alguns que pediram a Pedro o batismo, após saberem de seu testemunho entre este povo.

Jesus e a porta O que fica-nos claro neste relato dos Atos dos Apóstolos é que a salvação veio para todos, sem distinção. Que não se pode excluir alguém de conhecer a mensagem de Cristo, pois Deus certamente o deseja salvar pelo Seu Filho também. Nossa atitude, como cristãos deve se assemelhar a de Pedro, que não temeu testemunhar sua fé e a Ressurreição de Jesus a quem poderia até reagir de modo inesperado. Mesmo àqueles que vivem com se Deus não existisse em seu “mundo”, encontramos chance de dar a conhecer as maravilhas de Cristo e de como Ele se encaixa perfeitamente em nosso viver. Na verdade, ele é essencial para o nosso viver!

Este trecho que ouvimos hoje do evangelho, antecede o evangelho do Bom Pastor, que ouvimos no domingo. Nele Jesus declara ser o único, certo e verdadeiro acesso ao Reino de Deus. Sua Ressurreição encontrou e abriu a única porta existente para a eternidade feliz, ou seja, Jesus Cristo. Ele não somente é a porta, como é Ele mesmo quem nos conduz para este Reino. O que nós precisamos sempre perceber e fazer nossos irmãos perceberem é que não há outra maneira de viver, após a morte, numa felicidade completa sem passar por esta porta, Cristo Jesus. Não existe outro acesso, nem pessoas, nem pedras mágicas, nem livros “poderosos”, nem a ciência. Estas coisas são como que as outras formas de entrar no redil das ovelhas, como disse Jesus: ladrões e assaltantes!

Em nosso tempo muitos falsos pastores tentam entrar no coração humano, não pela Porta, mas por outros acessos inventados, elaborados pela mente e imaginação humana ou pelo espírito confuso e distorcido por tendências intelectuais e espirituais. Estes são como ladões e assaltantes, disse Jesus e, lembrando do evangelho do IV domingo deste tempo, são estes mercenários, pois não surgem para doar-se pelas ovelhas, mas para se beneficiar delas.

Nenhum comentário: