Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 1 de abril de 2012

As lágrimas de Cristo

Paradoxo: É precisamente a data da sua entrada em Jerusalém, quando é finalmente reconhecido como Messias e Salvador pela multidão judaica, neste dia que seria de alegria para o Jesus judeu e rei dos judeus, que, em meio a aplausos, chora lágrimas amargas!

Não choras tanto em vista de sua morte iminente, cinco dias depois, vê antecipadamente à sua cidade santa, o Templo destruído 40 anos depois pelos romanos. Jesus, cuja divindade domina todos os tempos, chora de compaixão, vendo, prevendo os sofrimentos dos seus irmãos na carne, no decorrer dos séculos, os gritos de indignação diante do ódio anti-semita, chora de conforto à frente da oposição de tantos cristãos ante ao racismo: em frente ao futuro grandioso ruínas do templo, que tão frequentemente adoradou em espírito ao Pai (cf. Jo 4, 23): Seus inimigos não vão deixar pedra sobre pedra ". O Divino Profeta viu aqueles pais que, durante o cerco da cidade, comiam seus próprios filhos para não morrer de fome!

Mas a tristeza do Messias cresce ainda mais quando se considera o grande número de judeus, seus irmãos e contemporâneos ", que ignoraram o tempo da sua visita", a salvação. Apenas um grupo, os seus discípulos, a fé reconheceu os sinais de poder, de santidade e bondade esbanjou toda a sua missão divina!
Não chora tanto sua morte iminente como a ruína futuro de seus inimigos. A grande causa da sua tristeza em que apenas um dia de sua terra triunfo, e sua infinita misericórdia Salvador: Derrame lágrimas pensando que eu deveria punir a tempo e julgar aqueles que vêm para salvar para sempre! A salvação oferecida por Deus não seria a causa, mas ocasião de sua própria morte e da pena temporal de alguns de seus irmãos.

Oh Lágrimas triunfantes Jesus, são um convite supremo de seu amor misericordioso! Oh Lágrimas filosemitas ... Mas a maior causa do sofrimento é outro: Jesus não chorominga, chora vendo o ódio profusamente anti-semita de muitos batizados em curso da história, dos chamados Hitler e Goebbels apóstatas e muitos outros.

Uma vez que o sinal específico do cristão deve ser o amor desinteressado não o encontrou somente em seus amigos, mas também nos inimigos de sua fé, Jesus não chorar somente um milhão de cidadãos mortos nos anos 70 nas mãos de um exército pagão. Chora especialmente os homens batizados pelo Seu sangue trairam a lei do amor executando de maneira bárbara, vinte séculos mais tarde, seis milhões de seus compatriotas judeus. Chora pelo silêncio culpado de alguns cristãos em frente a este genocídio, expressão moderna de deicídio principalmente a cada pecado mortal!
Será que pensam nessas lágrimas, os profanadores de tumbas judías? Que as lágrimas de lamentações triunfais prenunciam Jesus e o sangue de sua agonia, poucos dias depois, no jardim do Getsêmani.

Lágrimas de reparação e meritórias, seu apelo mudo será atendido pelo Pai de Misericórdia na sexta-feira: "A turfa (judaica) reunida retornava batendo no peito" (Lc 23, 48). Lágrimas férteis, batizaram, em Pentecostes, três mil ouvintes (Atos 2, 41) de Pedro, que chorou suas negações. Jesus veio pela água do batismo ou de lágrimas, pelo sangue da sua morte na cruz (I João 5,6). Oh lágrimas poderosas, continuem voltando para Jesus os corações de muitos judeus e alguns anti-semita que se dizem cristãos!

Lágrimas de Jesus triunfante, sempre clamam: "Não chore por mim, chorai por vós" (Lc 23, 28). Chore, sim, a descrença de muitos homens e tristezas dos cristãos sobre os seus irmãos na carne do Messias, todos estes obstáculos à comunhão no Espírito ao Filho de Davi, que é também o filho de Deus.

Por Bertrand de Margerie S.J.

(Este artigo foi publicado em Português no Jornal do Brasil em março ou abril de 1962, depois do meu regresso de Jerusalém. B. de M.)
Traduzido do francês por José Galvez Krüger para CNA

Traduzido do espanhol pelo Blog VALDERI

Nenhum comentário: