Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

segunda-feira, 12 de março de 2012

Segunda-feira – 2Rs 5,1-15a Lc 4,24-30

II Semana da Quaresma

Pe. Valderi

Em certos momentos não conseguimos aceitar o porque coisas boas não acontecem conosco, pois tentamos viver a fé da melhor maneira possível, e ficamos mais tristes ainda ao percebermos que coisas boas e maravilhosas estão acontecendo com outras pessoas, às vezes aqueles que comprovadamente não teriam a mesma vivencia de fé. No entanto, este tipo de sentimento parte de nossa má compreensão da vontade de Deus.

A vontade de Deus pode tornar o que é justo em injusto, e o que é injusto em algo justo. Isto faz parte de Seu mistério. Nesta leitura vemos alguém totalmente descrente no Deus de Israel buscar o profeta quase exigindo um cura para sua doença. Ele não foi atrás da cura porque acreditava em Deus, muito menos porque pensava em uma força verdadeiramente superior a todas capaz de curar tudo. O que o moveu até lá foi exclusivamente sua paixão por si mesmo, sua vaidade e amor próprio o fazia recorrer a qualquer coisa que pudesse lhe trazer algum benefício. Ao encontrar o profeta e ver que este somente o mandou se banhar, fica decepcionado, pois esperava algo mais mágico, pois estas pessoas sempre esperam algo maravilhoso mesmo que não acreditem necessariamente em Deus. Enfim, ao fazer o que lhe fora pedido, alcançou a cura, e isto para testemunhar ao mundo que o Deus de Israel era realmente o único Senhor.

Com Jesus se passa algo parecido, de modo que cita esta escritura do Antigo Testamento. No evangelho Jesus usa este exemplo para advertir a todos os que estavam na Sinagoga, pois não criam nas palavras de Cristo e amavam demais a si mesmos e suas tradições para poder abrir os corações para a mensagem de Jesus.

Esta pessoas confundidas com aquelas de fé inabalável, na verdade devem fazer um alto exame sobre a profissão de fé, e suplicar a Deus mais humildade e aceitação de Sua vontade.

Nenhum comentário: