Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quarta-feira, 14 de março de 2012

Quarta-feira – Dt 4,1.5-9 Mt 5,17-19

III Semana da Quaresma

Pe. Valderi

Por meio de Moisés, Deus orienta seu povo, lhe transmite suas leis e Sua vontade. Esta Lei de Deus que o povo deve observar esta baseada na aliança firmada com Deus naquele momento em que o Senhor os faz sair da casa da escravidão para serem Seu povo eleito.

Também vivemos um aliança com Deus, firmada pelo Sangue de Cristo na cruz. Esta Nova aliança é a base de nosso cumprimento da vontade de Deus, ou seja, com a paixão e morte de Jesus, Deus assumiu a nossa salvação enquanto assumimos nossa parte com a cooperação para esta salvação. Isto quer dizer que temos a responsabilidade com nossa salvação eterna. E um dos aspectos dessa aliança é o de estar no mundo mas não viver como o mundo. Pois as leis foram dadas, os inimigos já foram subjugados, precisamos é viver para Deus e com Deus e deixar de viver o mundo e as vezes viver para o mundo!

Jesus declara não vir para alterar a Lei, e é justamente isso que Ele faz. Não revoluciona as leis, mas dá-lhes pleno cumprimento, algo diferente do que fazia os sacerdotes e fariseus. Antes que o céu e a terra deixem de existir, nem uma só letra ou vírgula serão tiradas da Lei (v.18). A lei divina pronunciada por Deus não pode ser alterada nem modificada, por isso Cristo se manifesta nestes termos, pois do contrário estaria até se contradizendo, visto ser Ele o Filho de Deus. Ele veio dar pleno cumprimento e nos mostrar que nós também devemos agir assim, tornando a Lei de Deus algo vivo em mim, algo que possa me conduzir por quer que esteja. E nossa salvação, como também depende de nossa cooperação, conta com nossa fidelidade a Lei de Deus, que esta principalmente expressa no Decálogo.

Nossa vida cristã é uma missão, é cumprimos esta missão quando conseguimos viver esta Lei de Deus, mas também quando ensinamos os mandamentos a quem ainda não os conhece. Hoje é mais necessário que saibamos aproveitar cada situação que aparece pensando que neste momento posso ter a oportunidade para falar algumas palavras que orientam outras pessoas sobre as leis que Deus espera que cumpramos.

Nenhum comentário: