Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Bernard Nathanson: outrora “rei do aborto”, agora defensor da vida

Na revista médica The New England Journal of Medicine, Bernard Nathanson escreveu um artigo sobre sua experiência com os ultrasonografias, recohecendo que no feto existia vida humana. Incluia declarações como a seguinte: "o aborto deve ser visto como a interrupção de um processo que de outro modo teria produzido um cidadão no mundo. Negar esta realidade é o tipo mais grosseiro de evasão moral".

bernard nathanson Aquele artigo provocou uma forte reação. Nathanson e sua família receberam inclusive ameaças de morte, porém a evidência de que não podia continuar praticando abortos se impôs. Tinha chegado à conclusão que não havia nenhuma razão para abortar: o aborto é um crime.

Este é apenas um trecho do relato que figura entre os mais importantes sobre convertidos, pois se trata do homem que era conhecido como “rei do aborto”, chegou a praticar 75.000 interrupções durante vários anos. Seu testemunho mostra o quanto a família é vital para o crescimento da moralidade da pessoa quando se refere a vida humana. Dizia ele que seu pai foi formador decisivo de sua consciência para tratar de aborto como apenas um estado de saúde, sem peso na moralidade.

O que mais impressiona é que não exitou nem em abortar o próprio filho! Hoje vive com a consciência de que matou o primogênito de sua carne.

Nathanson se converteu ao cristianismo a quem lutava com força para pôr a culpa por tantas mortes em abortos clandestinos. Ao ser batizado declarou emocionado: "Não posso dizer como estou agradecido nem a dívida tão impagável que tenho com todos aqueles que rezaram por mim durante todos os anos nos quais me proclamava públicamente ateu. Rezaram teimosa e amorosamente por mim. Estou totalmente convencido de que suas orações foram escutadas. Conseguiram lágrimas para meus olhos".

Leia o artigo completo sobre sua vida e conversão.

Outro artigo interessante: Dr. Bernard Nathanson conta como usou a imprensa criminosa para manipular e falsificar estatísticas.

O Grito Silêncioso – filme produzido por Bernard Nathanson

[parte 1] [parte 2] [parte 3] [parte 4] [parte 5]

Nenhum comentário: