Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

"não podemos jamais deixar de fazer que o mundo saiba a verdade"

"não podemos jamais deixar de fazer que o mundo saiba a verdade" já que a humanidade das pessoas não é uma "verdade religiosa ou católica" e sim uma "verdade da biologia e da ciência".

Assim afirmava em sua homilia o Arcebispo de Los Angeles Dom Gómez em missa pelos 53 milhões de bêbes abortados desde que a Corte Suprema dos EUA legalizou o aborto.

Dom Gómez exprime o mais indignado e sincero sentimento da Igreja so falar deste tema do aborto, um verdadeiro assassinato, o dos mais covardes que o ser humando pode ter pensado. A verdade sobre o aborto não pode jamais ser esquecida, por mais que inúmeros movimentos que se ousam auto proclamar de diretos humanos insistam em tentar argumentar sobre a liberdade de cada indivíduo. Mesmo tendo liberdade sobre meu corpo, não disponho de liberdade sobre aquele corpo que cresce em mim, que já na concepção é diferente de mim, um indivíduo ímpar em sua combinação genética. O que muitos negam sobre a existência de vida na concepção é um pseudo-argumento que sem muitos perceberem os colocam no mesmo nível daqueles que não sentiam nenhuma dúvida sobre a indgnidade de viver de judeus, negros, católicos ou doentes, ou seja, aquele que pensa que não esta tirando nenhuma vida porque não existira vida se coloca ao lado dos mais monstruosos assassinos da história.

A verdade sobre a vida humana deve estar sempre em pauta, correndo o mundo, para que possa chegar a todos os confins da terra. Acredito que isto faça parte daquele mandato de Cristo: Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho. A Igreja de Cristo fala alto e sem medo, porque esta segura da verdade que prega, esta verdade que contrói o ser humano ao contrário daquela que destrói como estes governos – fihos de Herodes – assassinos estam fazendo.

Esta verdade é fundamentalmente religiosa, mas em se tratando do aborto é uma verdade incontestavelmetne biológica e ciêntifica, como diz Dom Gómez. Quem reluta a ouvir a voz da Igreja por ainda pensar que ela somente trata de assuntos ligados ao espiritual, precisa ouvir ao menos a ciência quando afirma ser o aborto um extermínio de células que não fazem mais parte do corpo da mulher mas sim de um novo ser que assumirá características diferentes. Ou seja, um indíviduo dotado de corpo, inteligencia e liberdade.

Creio que apenas estamos no início desta batalha em favor da vida lutando contra um mundo que não quer saber da humanidade mas que esta regido pela ganância e o poder.

Que a voz de Dom Gómez ressoe desde sua catedral até os confins do mundo.

Nenhum comentário: