Nunca a Igreja cedeu a chantagens por defender a verdade

Parece coisa do passado, mas a recente notícia que circula na rede é impressionante: Lula ameaça revisar acordo com o Vaticano por questionamentos a Dilma.

Não achava bom ficar falando de nosso presidente, mas diante de sua atitude nestas eleições (atitudes patéticas) não vejo mais motivo para me conter. Este prunuciamento de que poderia revisar o acordo entre Brasil e Vaticano soa como ameaça barata beirando a piada circense. Será que de fato imagina que a “cúpula” da Igreja se sinta ameaçada a ponto de pedir aos seus fiéis para não se manifestarem? Ou será que ele imagina que os católicos do Brasil se sintam encuralados por saber que o Vaticano pode perder alguns privilégios nesta federação?

Caro presidente! Os fiéis conhecem a história de sua Igreja, esta ameaça ridícula não move sequer uma pedrinha do solo de São Pedro.

Nunca se deixará de denunciar as incoerências e os sofismas que tentam defender os males para o ser humano. A Igreja nunca sederá a chantagens pois a Igreja não é a “cúpula”, mas cada fiel que acredita em Cristo e se deixou batizar em nome Dele.

Portanto, precisará o senhor ameaçar a alma de cada fiel para que possa ter algum resultado!

Comentários