Destaque:

A retrospectiva de Brás Cubas

Tenho grande apreço por Machado de Assis, pois acredito que sua contribuição para a Literatura Brasileira foi muito além de incrementar ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 15 de agosto de 2010

O frisson da neve

Neste curto tempo em que trabalho como recepcionista de hotel muitas coisas me causaram e causam admiração, algumas até espanto. Por causa de minha formação acadêmica sofro ao ver tantas atitudes que poderia tranquilarmente tomar como irracionais, pois descartam qualquer norma lógica “legítima”.

A principal coisa que me deixa estupefato é o frisson que a possibilidade – repito, possibilidade – de cair neve na serra gaúcha causa em muita gente. Já tinha ouvido falar desta massa de gente que corre para a serra a fim de “ver neve”, mas hoje vejo que é quase uma doença dos tempos modernos. Basta um noticiário alertar desta possibilidade – e não importa se corresponde a 0,1% de chance! – e em menos de 30 minutos já temos gente telefonando para reservar hospedagem, pois alimentam a esperança de ver a neve.

Coisa inacreditável em meu débil raciocínio. E se cair neve na segunda-feira? Todos já terão ido embora no domingo! Enquanto milhares desejam que o frio vá embora de vez, que passe esse tempo que traz muitas doenças, que faz muitos desabrigados sofrerem, outros “figurões” querem “ver neve” na serra. Onde esta a racionalidade do ser humano?! Escondida pelo véu que também encobre a compaixão e a caridade?! Ou quem sabe jogada no armário junto com a sensibilidade humana que tanto falta a muitos.

Sou meio kierkegaardiano [Kierkegaard] no pessimismo, por isso digo que sempre tenho em mente que o ser humano é capaz de fazer coisas estrontosas para mostrar sua irracionalidade principalmente quando esta está relacionada com o seu bel prazer.

Não creio que o mundo se encaminhe até um colapso devido a mentalidade cada vez mais demente do ser humano ou que vamos terminar com nossa raça por uma guerra com paus e pedras como falou Eisntein. Mas creio sim, que o ser humano mal percebeu o dom divino que têm dentro deste membro do corpo que chamamos cabeça.

A neve pode causar frisson nos ainda anestesiados, mas temos que animar cada vez mais os homens (homens e mulheres) a utilizar o raciocínio associado a sensibilidade.

Nenhum comentário: