Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 25 de julho de 2010

Aplausos e decepção!

Na vida de quem lê diversos textos sempre tentando analisar o estilo de seus escritores sempre este duplo sentimento esta presente. Aplasusos por algo que tal escritor publica e noutro texto decepção pelo conteúdo infeliz (no mínimo) revelando completa ignorância em determinados assuntos.

Este sentimento dicotômico se abateu sobre mim neste dia (25/07/2010) ao ler o texto A fé de uns e de outros, de Martha Medeiros (Zero Hora de 25/07/2010). Já havia elogiado esta escritora a algum tempo, mas neste texto li a declaração de ignorância dela sobre um assunto considerado por muitos polêmico, mas que não passa de assunto desconhecido por aqueles que não querem se comprometer. Quando se quer entrar no circulo da polêmica eles ensinam a receita: basta dar uma opinião que vá em desecadordo com a verdade defendida a séculos ou ir contra a alguma instituição milenar.

Para esta escritora apenas algumas curtas respostas, visto que respostas muito longas pelo jeito não seriam muito bem abstraídas.

- Homossexualidade é estado não necessariamente atitude.

- A Igreja e outros nunca iram aceitar a atitude homossexual que vemos “legalizadas” numa sociedade dita “moderna”.

- O casamento homossexual legaliza civilmente o que naturalmente é mal, desordenado, do ponto de vista da natureza humana (nisto a ATITUDE homossexual não é “inerente” ao ser humano, como quer dar a entender a escritora).

- As religiões promovem a paz e amor, mas ela nasce depois de se conquistar algo, as vezes por algum conflito por defender a verdade, por isso que os cristãos se levantam contra as leis que aprovam o “casamento” entre pessoas do mesmo sexo, por que fere gravemente a verdade da natureza humana.

- Acreditar em Deus… bom, até Satanás acredita nele, de modo que isto jamais será argumento para dizer que este ou aquele esta exagerando ou é um fanático que não enxerga a realidade, muito menos é justificativa para defender minha tese relativista e as vezes até “anarquista”.

Minha aversão a esta escritora esta somente no plano deste seu escrito em especial (que revela sua idéia a respeito), não sou antipático a pessoa que o escreve. Apenas suplico que ela leia mais e, se acredita em Deus como disse, reze e reflita mais.

Nenhum comentário: