quinta-feira, 17 de junho de 2010

“Confessei o Diabo”

Um comentário:

Anônimo disse...

Ótima anedota deste sacerdote... o diabo sempre nos rende boas histórias ou estórias!