Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Maria é Mãe e modelo da Igreja, diz Bento XVI*

*Tradução: Valderi da Silva – Extraído de www.aciprensa.com

Tradução - logo animado VATICANO, 09 de maio. 10 (ACI) .- Milhares de fiéis e peregrinos se reuniram ao meio-dia na Praça de São Pedro para rezar o Regina Coeli com o Papa Bento XVI, que em suas observações introdutórias, descreveu a Virgem Maria como a personagem início da comunidade Christian.
"Mayo parte sempre da Páscoa, desvendar o mistério de Cristo, à luz da Ressurreição e da fé pascal, é o tempo de espera do Espírito Santo, que desceu com poder sobre a Igreja no Pentecostes", disse o Pontífice.
Destacando este mês é dedicado pela Igreja da Virgem Maria, o Papa descreveu como "a mais bela flor da criação, a rosa 'surgiu na plenitude dos tempos, quando Deus enviou seu Filho, ganhou o mundo uma nova primavera. "
Para o Papa, Maria é também "o personagem principal, humilde e discreto, os primeiros passos da comunidade cristã: Maria está no coração espiritual, porque a sua presença entre os discípulos é uma memória viva do Senhor Jesus eo dom do seu signo Espírito ".
Comentando o Evangelho de hoje, o Santo Padre destacou a Mãe de Deus, uma pessoa que "servo observada pela primeira vez e totalmente a palavra de seu Filho, demonstrando amor, não só como mãe, mas também humilde e obediente."
"Aqui, onde Jesus promete a seus amigos que o Espírito Santo vai ajudar, ajudando-os lembrar de cada palavra dela e compreendê-lo profundamente, porque não pensar em Maria, que em seu coração, o templo do Espírito, ele meditava e executado fielmente tudo o que Filho disse e fez? ", disse ele, ressaltando também a figura de Maria como Mãe e modelo da Igreja."
Concluindo suas observações introdutórias, Bento XVI recordou brevemente sua próxima viagem a Portugal, cujo objectivo será o de Fátima, por ocasião do décimo aniversário da beatificação de Jacinta e Francisco.
Ele, então, rezou o Regina Caeli, cumprimentou os presentes em várias línguas e deu sua bênção apostólica.
Em sua saudação em espanhol, o Santo Padre dirigiu uma maneira particular "aos grupos de várias paróquias de Granada e Málaga. Neste domingo de Páscoa, a liturgia nos convida a experimentar o amor de Cristo, que é especificado em escuta e no cumprimento da sua palavra. "
"A palavra que está transformando os corações e iluminando a vida de fé, pela ação do Espírito Santo, orientação contínua verdadeira da Igreja. Rezemos à Virgem Maria nos ajude a acolher com alegria os dons que ele nos dá. Feliz domingo ", concluiu.

2 comentários:

Anônimo disse...

Maria est Maria .Maria menina, Maria eterna namorada de Deus, Maria mãe de Jesus. Todas as rosas e estrelas são apenas para enfeitar o caminho onde Maria passa. Maria-Eva Eva Maria. Deus se apaixonou pelos humanos por causa de Eva e pelo amor aos filhos deu a Eva, Maria agora seu próprio filho em lugar de Abel. Maria, eterna Maria, anjo mulher que só sabe amar a Deus.Maria Maria, Nossa Senhora dos Céus, Maria mãe do Amor, Maria Notre Dame de todas as dores e de todo aquele que obedece nossos Senhores.Bendita seja e sempre será Maria, peça a Mariazinha com fé, porque mais fé ela tem naquele que ama Deus, tudo que ela puder fará, porque a ela nada Deus nega! Mariazinha do pézinho de rosas que esmaga a cabeça da serpente demoniaca, que nada mais é que o ódio corporificado dos erros que os homens fazem por que querem. Amar Maria, pequena e grande Maria dos céus, sorriso de mil milhões sóis amada por Deus. Maria mãe de Jesus, amada de Deus, rogai por nós os que querem não ser pecadores. Se a namorada do homi não resolver......NADA irá resolver

Valderi da Silva disse...

Hum... realmente temos em Maria a pessoa "poderosa" para interceder junto a Deus por nós, "os que não querem ser pecadores".
Mas tratar Maria como namorada de Deus, mesmo que metafóricamente, é exagero de linguagem, no mínimo.
Obrigado pelo comentário.