Destaque:

El centenario de las apariciones de la Virgem Maria en Fatima

Rosa Caroline Crespo Fernández Valderi da Silva En su visita al santuario de Fátima en 1982, San Juan Pablo II proclamaba que "a ...

Você escolheria a Monarquia como melhor sistema de governo para o Brasil?

domingo, 18 de abril de 2010

“Padre volta para África com 45 mil livros”

Noticia comentada- logo animado

A devastação da guerra é sempre maior do que se pode imaginar.

A frase “na guerra a primeira coisa que se perde são os livros…”, isto é evidente de acordo com a menmtalidade do povo que domina – as vezes gente da própria nação –, de que interessa a estes a educação e ainda mais, a cultura em geral?!

É por isso que fica tão difícil a reconstrução daqueles povos aleijados pela guerra, por não haver interesse nos “livros” para tal reconstrução.

***

Depois de sete anos morando em Pelotas, o padre Martinho Kavaya volta para a Angola com um contêiner repleto de material que irá ajudar a reconstruir escolas, destruídas pela guerra em seu país: mais de 45 mil livros arrecadados durante quatro meses de intensa campanha que mobilizou a comunidade da região irão beneficiar o município de Ganda, onde vivem cerca de 400 mil habitantes. Além dos livros, foram doadas classes escolares.

Na manhã desta sexta-feira (16), eu acompanhei o trabalho do Exército, que auxiliou no carregamento da carga em um caminhão. Daqui, o material segue para o porto de Rio Grande, de onde será levado de navio até a Angola.

O padre, que é muito querido e vai deixar saudades por aqui, me falou que na guerra a primeira coisa que se perde são os livros, o exército coloca fogo em tudo. Durante uma guerra ninguém quer que o povo tenha cultura e conhecimento. Padre Martinho me falou também que viu muitos parentes e amigos morrerem na guerra.

-Vi meu avô e minha avó serem decapitados na minha frente quando era criança, e prometi que mudaria meu país através da educação. Vim para Pelotas para estudar e me formei em duas faculdades, agora é a hora de voltar. Somente Deus para agradecer por mim o que o povo de Pelotas está me dando.

Aqui adquiri conhecimento através de duas faculdades e estou levando conhecimento através de livros.

Nenhum comentário: